menu-topo

Não há presente. melhor que fotografias (e eu vou ensinar-vos a tirar)

terça-feira, dezembro 18, 2018
Fiz um vídeo com as dicas mais básicas para tirarem fotos caseiras. Depois deste, se correr bem, prometo mais. Sobre os temas todos que pedirem.
Mil beijos e espero que ponham já em prática este Natal.

Ser blogger tem algumas responsabilidades.

segunda-feira, dezembro 17, 2018

Durante estes meus (quase 8) anos de criadora de conteúdos percebi que eu não sou só uma coisa. Não sou só uma blogger de maternidade, de moda, de ecologia, sou tudo misturado e junto tudo o que gosto de falar.
Criar conteúdos é mostrar, também, algo mais que os meus seguidores não conhecem e eu acho que lhes é importante apresentar. Quando me falaram do INCoDe.2030 pensei muito como poderia simplificar a sua linguagem de forma a conseguir passar a importância que tem o acesso à tecnologia digital nos nossos tempos. Uma coisa que temos por adquirida, mas que ainda não acontece em todo o país, nem com a frequência desejada.
Mas afinal, o que faz o INCoDe.2030?
Sabiam que só 60% da população tem acesso à internet?!
Ora que o INCoDE.2030 quer chegar a 90% de Portugal. Como? Bem, assegurando a generalização do acesso às tecnologias digitais, a educação das camadas mais jovens da população através do estímulo e reforço nos domínios da literacia digital e das competências digitais em todos os ciclos de ensino e de aprendizagem ao longo da vida, capacitar profissionalmente a população ativa dotando-a dos conhecimentos necessários à integração num mercado de trabalho, promovendo a especialização em tecnologias digitais e aplicações para a qualificação do emprego, garantindo as condições para a produção de novos conhecimentos e a participação ativa em redes e programas internacionais de I&D.
Ser embaixadora de um tema sério tem a difícil tarefa de conseguir mostrar o seu lado mais apelativo e mais prático, e de que forma se reflete na nossa vida.
Em primeiro lugar, se toda a gente tivesse acesso à internet muitas mais pessoas poderiam conhecer este blog e outros seus preferidos. Eu nem imagino a minha vida sem uma visita aos meus blogues de eleição. Mostram-me tanta coisa nova, o que se passa no mundo. São uma janela real para o que anda a acontecer no planeta. Tanta gente e novos conceitos que me chegou via digital que já não saberia viver de outra forma. A internet ensina, ocupa, inspira. Não são só coisas más. E podemos ir em busca dos temas que mais gostamos. Essa liberdade é única.
Para não falar nas capacidades que nos traz, nas novas profissões, vocações e paixões. Por exemplo, este domingo vou fazer este  workshop que vem exatamente da minha paixão pela fotografia e de como a partilhar no mundo digital. Estou super entusiasmada. Toda a minha profissão passa agora pelo digital. Talvez (certamente) estivesse desempregada se não tivesse acesso a estas plataformas que têm ocupado a minha vida.
Espero que tenha conseguido passar a importância deste tema e desta iniciativa, que pretende chegar ao país todo, até aos lugares mais isolados e o bom que isso traria para todos.

Um segredo para despachadas

segunda-feira, dezembro 17, 2018
Hoje em dia tento perder o mínimo tempo possível com coisas. Tenho o necessário e filtro muito para não ter a mais, em excesso ou sem ser em uso.
Por outro lado, ando muito mais pirosa ou cuidadosa, conforme lhe quiserem chamar.
Primeiro descobri que adoro maquilhar-me. Sempre gostei na verdade, mas acho que tantos anos em televisão a maquilhar-me todos os dias me fizeram entrar em greve por exaustão. Bem, os miúdos e a correria também ajudaram.
Agora, não só porque tenho de me fotografar para o blog, como pelo desafio de aprender a maquilhar-me melhor, por ser quase uma tela em que podemos brincar com sombras, cores, sobreposições, etc... bem, e porque a idade e o cansaço, às vezes, já me obrigam a disfarçar as mazelas, voltei a dar um jeitinho todos os dias. Adoro também porque passou a ser um momento só meu. E enfrento o dia com outra cara e confiança. Para resolver esta duplicidade, procuro embalagens grandes, que me resolvam muitos problemas ou necessidades. É notório quando viajo cá dentro. Tento incluir embalagens familiares ou que dêem para muitas aplicações e utilizações.
A cara tem alguma da minha atenção, mas o corpo nem sempre. Tenho a pele híper seca e noutro dia até fiquei com vergonha das minhas pernas no osteopata.
Uma descoberta recente e uma revelação foi o Bio-Oil. Achei que até merecia um post. Até o experimentar pensava que era apenas um óleo hidratante. Mas afinal é muito mais e agora estou fã. Fui de fim-de-semana, levei-o e aí percebi todo o seu potencial.
Para além de ajudar em situações de pele desidratada ou envelhecida, ainda é aliado para disfarçar marcas de queimaduras, cicatrizes, estrias e manchas. (De toda a família.) E eu achava que era só para o corpo, mas duas gotinhas na cara fazem milagres. Adoro pôr à noite e ir dormir só com isto. Não posso provar mas acredito que seja até um anti-rugas já que dá muita elasticidade à pele através da hidratação profunda que proporciona.
Vou usar durante três meses que é o recomendado, duas vezes por dia, e vou-vos contando os resultados.  Se já usam contem-me tudo. Sei que é um post só a falar de um óleo, mas os bons segredos devem ser partilhados.



Embaixadora da campanha de Natal do LIDL (como muito gosto)

sexta-feira, dezembro 14, 2018
Sei que me têm ouvido falar muito de sono nos últimos tempos... 
Ter sido escolhida para ser embaixadora da campanha de Natal do LIDL este ano pode ter a ver com isso. Em primeiro lugar é um enorme orgulho, e é um tema realmente importante a ser falado. Depois a campanha é maravilhosa e podem ajudar, simplesmente, comprando um bolo rei. A Nuvem Vitória é uma associação que lê histórias a crianças internadas em pediatrias. Fiquei apaixonada por esta iniciativa. 
Na verdade, também eu estou a ter uma segunda oportunidade nas noites dos meus filhos. 
Como trabalhava por turnos e acordava às 5h15 da manhã na infância dos mais velhos nunca tinha tempo para lhes ler histórias. Eu queria era ir arrumar a cozinha, preparar o dia seguinte e deitar-me o quanto antes. Desde que pude começar a gerir os meus horários, um livro à noite é quase uma obrigação. E se falho fico triste. 
Eles, como nunca tiveram, adoram este nosso momento. É mágico. Agora se falha a história falha alguma coisa lá em casa. 
E até engraçado porque leio a mesma história para os três e todos adoram. (O preferido no momento é este que já li e reli mil vezes e aconselho, principalmente, se houver desentendimentos na vossa família.) 
Sou uma chata com as horas de dormir e o sono lá de casa. Mas sei que, quando respeitado, traz benefícios gerais para a minha família. Aliás, os miúdos crescem a dormir e todas as nossas células se regeneram nessa altura. Não é por acaso que se chama sono de beleza. ;)
O sono é super importante na nossa vida. Dizem até agora estudos recentes que mais importante que alimentação ou desporto. Conjugado com estes dois é o verdadeiro segredo para uma vida feliz e mais sã. E mágica também. Basta lerem uma história aos vossos e até a vocês. Não deixem passar esta oportunidade de proporcionarem não só saúde, como a ligação com os vossos. 
Um conselho de amiga. ;)

Por cada bolo-rei Favorina vendido entre 3 e 30 de dezembro, 1 € reverte para a associação Nuvem Vitória que conta histórias para dormir a crianças hospitalizadas. Com este apoio do Lidl, a associação vai conseguir aumentar o número de hospitais e IPSS onde estará presente, de norte a sul do país, contando histórias a mais meninos" 



Ceia de Natal com menos de 100 euros! Quem conseguiu?

quinta-feira, dezembro 13, 2018
Em mais um Natal (uma de nós não gosta muito dele), a Catarina Beato e eu formos desafiadas para o mais difícil dos desafios. Conseguiremos em 10 minutos comprar toda a ceia de Natal? Atenção que há regras! Não pudémos gastar mais de 100 euros.
Vejam as contas todas no vídeo (subscrevam o meu canal pequenino;)) e descubram quem ganhou! Obrigada ao LIDL por ser o melhor supermercado para as nossas compras.
Ceia de Natal com menos de 100 euros! Quem conseguiu?
[Sempre quis dizer isto: subscrevam o meu canal aqui.]