menu-topo

Nós e a Slow.

sábado, janeiro 20, 2018
Obrigada por me ajudarem a batizar a minha bicicleta do coração e pela qual estou apaixonada.
Ficou Slow de apelido Menta. E já faz parte da família.
Hoje já fomos à horta com ela. Levei a Madalena à pendura e quis experimentar a minha resistência. 
Claro que numas subidas tive de desmontar e levar à mão mas também foi em pleno parque natural e é puxado. Mas fiquei surpreendida comigo.
O Duarte veio na sua bicicleta e também se aguentou muito bem. E o que mais gostei foi ele dizer que tinha sido o melhor dia de sempre.
A Slow trouxe de volta legumes da horta biológica para a nossa semana, deste sítio que já é rotina e cujo percurso se tornou agora ainda mais divertido. O cesto é mega porque sai da bicicleta e dá para ir às compras. ;)
Deixo outra vez a morada para quem morar ou venha para estas zonas e queira conhecer o Rui e a João que são uns amores.

Estrada da fonte Velha 1049 Casal dos Palheiros, 2750-035, Areia, Guincho
[Quem tem a Duna da Cresmina nas costas vai para essa ruazinha em frente. Atravessa o parque natural e à direita tem a horta.
[Só abre aos sábados das 9h30 às 13h00]
Digam que vão da minha parte. ;)

Bicicleta Sportzone
Capacete e a cadeirinha Polisport




So in love [with slow].

quinta-feira, janeiro 18, 2018
Eu não sei como passaram tantos dias depois do Natal até conseguir fotografar o meu presente preferido... Foram as festas, os planos, compromissos, e agora as doenças [típicas da época]. 
E, por isso, a minha pendura de bicicleta não aparece, apesar de já ter andado e ter adorado. Não quis arriscar tirá-la hoje de casa.
Teve febre 3 dias [coisa que não estou nada habituada], depois parecia boa mas no dia seguinte voltou a subir a temperatura. Parece que hoje, finalmente, a coisa estabilizou. 
[Arranjei um companheiro para compensar;) Ver até ao fim.].
Bem, mas voltando ao meu novo amor, era o elemento que faltava na minha nova vida slow.
Assim já vou pôr os mais velhos à escola que é mesmo aqui ao lado de casa e vou fazer um teste a ver se consigo levar também a Madalena, cuja escola fica apenas a 3 quilómetros, mas com algumas subidas...
Acho que deve ser uma questão de treino.
Tenho a sorte de viver num dos sítios mais bonitos do país e de poder gerir os meus horários. Era este o elemento que faltava e pelo qual andava a sonhar há muito tempo.
Por isso, vão ver esta bebé cor de menta* linda mais vezes, por aqui, espelho desta minha nova forma de estar e de ver a vida. 
Escolhi esta da Sportzone que amei, o capacete e a cadeirinha mega são Polisport. A cadeirinha foi super fácil de montar. Fiz sozinha. Estou doida com este kit.
Que sejamos companheiras de vida e que percorramos distâncias bonitas e saudáveis em família.
[Esta roupa que adoro é da Vintage Bazaar].

*Ajudem-me a batizar a minha bicicleta!!!









Novidade boa.

quarta-feira, janeiro 17, 2018
A McDonald’s e a Nutri Ventures juntaram super poderes com o objetivo de aumentar o consumo de frutas e vegetais e mudar hábitos entre as famílias.
Ou seja, agora em todos os restaurantes McDonald’s nacionais, se comprarem um Happy Meal (por troca das batatas ou por mais 60 cêntimos, sem trocar as batatas) com fruta e/ou vegetais  - fatias de maçã, abacaxi, cenouras baby ou sopas - recebem um código que deve ser inserido na APP MyGuga. 

Se juntarem três códigos, recebem um peluche Nutri Ventures para colecionar (Guga).
Os miúdos ficam contentes e nós, mães, também.



Segundo o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física (2015-2016) 68,9% das crianças não cumpre a recomendação da Organização Mundial da Saúde de consumir mais de 400 g/dia de fruta e vegetais.


Dicas básicas [para nos sentirmos bonitas].

segunda-feira, janeiro 15, 2018
[Na verdade este post começa com uma mentira. ]
Não sei se foi a idade que fez mudar algo em mim, se o tempo, ou se passei de ter de estar bem para as fotos e para as marcas que têm apostado em mim. 
Ou talvez se esteja a revelar o bocado de amor próprio que tenho vindo a construir com mais força do que antes.
Ter mudado de profissão, e esta estar tão relacionada com a imagem, fez obviamente diferença.
Claro que na tv também importava [e muito] mas nada mostra tanto como as fotos.
Apesar de continuar a mesma, que gosta de estar ao natural, que não ama perder tempo fora de casa com a beleza, passei a tratar mais de mim dentro de portas.
Agora por exemplo desmaquilho-me sempre, coisa que quando trabalhava em televisão, às vezes, me esquecia. E também percebi que não vale a pena pôr mil cremes se a pele não está preparada e limpa para tal.
Comecei a ver as minhas primeiras rugas [com tranquilidade] apesar de achar que muitas delas vêm das minhas gargalhadas;), o meu físico foi-se alterando, a firmeza idem. 
Tudo isto é também resultado de três filhos maravilhosos e nunca me irei queixar [muito] disto. 
A vida é assim. Todas as coisas boas trazem, por vezes, algumas menos boas atrás. 
O corpo, o cansaço, a falta de tempo e de espaço, a privação de sono, vai tudo para o mesmo saco onde as reclamações são, afinal, tão menos importantes que as bênçãos.
O que aprendi, também com os meus erros, é que eu sou importante.
Que o meu equilíbrio é fundamental no todo de uma família. E que o estar bonita [ou que me sinta por dentro] é essencial. Que o tempo para mim não é um capricho, mas uma forma de me sentir equilibrada e disso influenciar tudo o resto.
Por isso, se alguém vos disser, ou se vocês próprias se disserem, que podem vir em último plano, não acreditem.
O primeiro plano tem de ser o nosso. E todos os outros deixarão de estar desfocados, para brilharam ao nosso lado.

Dicas preciosas que uso cá em casa 
e que vos deixo
[porque as minhas duas máquinas preferidas estão com 30% de desconto até dia 21 de janeiro nas perfurarias Douglas]
1. Desmaquilhem-se sempre
2. Lavem a cara duas vezes por dia [eu lavo uma no banho e outra antes de me deitar]
2. Usem bons cremes de noite e de dia
3. Obriguem-se a fazer exfoliação frequentemente. Uma pele saudável precisa de se libertar de imensas coisas más e só assim vai brilhar. Eu tenho a Luna da Foreo, que descobri há pouco tempo e que já não sei passar sem ela. É super rápido e torna-se num hábito que nos mima. 
4. Usem protetor solar
5. De vez em quando façam máscaras faciais. Na net há receitas de máscaras caseiras se não quiserem comprar.  
7. Não ignorem nenhuma estação do ano. Todas precisam de cuidado.
8. Durmam [bem!] Sei que não devia dizer isto a mães, mas vá... Eu tenho usado o massajador iluminador de olhos IRIS e amoooooooooo. Reduz as olheiras e aqueles papos nos olhos horríveis. E ajuda à absorção do creme ou sérum dos olhos. 
Fica a dica para aproveitarem a promoção. ;)

[Re]organizar devagar 2018.

domingo, janeiro 14, 2018
Odeio resoluções. Nunca fiz e, talvez, seja esse o segredo da minha felicidade.
Não tenho expetativas altas e, assim, tudo o que vier de bom é só agradecer.
O não pedir 12 desejos não quer dizer que não deseje ou precise de melhorar algo.
Preciso muito. Mas percebi que quase tudo passa por tempo e por organização.
Se queria fazer uma mega viagem, comprar algo, claro que sim, e vou trabalhar para isso.
Mas vou acima de tudo poupar para isso. 
Estas foram uma das formas de ter controlo sobre [o possível] do meu próximo ano.
Tempo, Poupança, descanso, organização.
Aqui vai:
Descanso
Tinha bi-horário. O da meia noite às 7 da manhã e andava estoirada. Muitas vezes adormecia antes da hora "das máquinas" e a minha vida ficava de pantanas. Também tinha os domingos mas como passeamos muito acabava a perder também esta hipótese.
Quase que ía tirar o bi-horário e estava triste porque gosto do conceito e porque, pelas contas, cá em casa compensa muito. 
Fui aconselhada então a mudar para o diário que vai das 22h às 8 da manhã diariamente. 
Vamos ver como corre.

Evitar chatices
Sei que será um peso extra na conta de eletricidade mas conto só usar em emergências, para alturas em que a chuva faz acumular roupa e tudo fica o caos.
Às tantas o descanso compensa mais que a chatice de roupa a cheirar a humidade. 
E, segundo me dizem, sai tão direitinha depois de seca que muitas vezes não é preciso engomar.
Esta tem ainda a vantagem de ter uma app e eu poder comandar a partir de onde estiver, vulgo: cama.;)
Foi o meu pedido para 2018, bem como a máquina a seguir. [As duas são da Candy.]


Planear
Este é o grande trunfo para 2018. Planear muito. 
Planear as idas ao supermercado, as deslocações, as refeições. Por isso, há muito queria uma arca congeladora. A minha intenção é planear refeições para toda a semana e cozinhar apenas num ou em dois dias da semana. 
Ou seja, cozinhar para congelar. 
Estou focada em ter mais tempo livre para as coisas importantes [que vêem todas do amor] e acho que vai ser uma ajuda excelente. Ter as refeições da semana planeadas, ser só tirar e servir, é de sonho.

Organizar
A Bimby é uma enorme ajuda nisto e inspira-me imenso. 
E a app Cookidoo foi a melhor descoberta até hoje. Podemos planear todas as refeições, diariamente, mensalmente, anualmente, o que quisermos. Para além desta já gigantesca maravilha, ainda nos faz a lista de compras, por corredores no supermercado, e nos envia para o mail.
Enfim, não vou dizer muito mais porque pareço uma fanática. [E sou. ;)]

Ser [mais] ecológica
Sou doida por agendas, calendários e metas. 
Recebi este calendário da Life in a bag que queria muito mostrar-vos.  
Dá para semear. Não é lindo?!
É outras das coisas que quero puxar mais para o nosso 2018. Comprar mais a granel, evitar embalagens, aproveitar restos, não deixar estragar, gerir excedentes. 

Deixo aqui o nosso dia de domingo. Baby Madalena com febre mas a adorar ajudar a mãe nas tarefas. 
Um beijinho e boa semana para todos.