menu-topo

Um médico sempre ao dispôr [da minha família]

terça-feira, dezembro 12, 2017
Este post é para quem tem Multicare ou, como eu, está a pensar fazer um seguro.
Quando deixei o meu trabalho fiquei sem seguro dos miúdos e agora estou a tratar de fazer novos.
Esta foi uma das razões que me levou a escolher esta seguradora.
Para além de vermos os nossos filhos doentes, há algo que também pode ser assustador. 
Sabermos que vamos enfrentar filas de espera, senhas, pulseiras, micróbios, doenças, etc...
Eu sou aquela mãe que tenta todas as alternativas antes de levar os filhos ao hospital [caso não seja grave obviamente].
O que nem sempre é possível, porque em caso de dúvida, mais vale não arriscar. E lá vamos nós enfrentar mais um perigo adicional para, às vezes chegarmos lá e, felizmente, não ser nada de mais.
Tantas vezes quis um médico mais perto de mim... Bom bom, seria um médico viver comigo, mas gosto do meu marido. ;)
Por isso, quando percebi que a Multicare tinha este serviço contactei-os e pedi se podia trazer este assunto para aqui, porque se pudermos evitar expormos os nossos filhos, principalmente no inverno, a vírus desnecessários, melhor.
Ou seja, esta é uma parceria como eu há muito queria fazer. Eu é que corro atrás de conteúdos e escolho trazer para o blog o que acho que nos é útil. 
Bem, então o que me explicaram foi, em primeiro lugar, o serviço é gratuito para quem tem MULTICARE,  24 horas por dia, 7 dias por semana.
Logo aí já estamos a ganhar.
Basta ligarmos 808 78 24 24 e temos acesso a uma consulta imediata.
Podemos falar com um médico [de verdade;)] por vídeo ou por telefone. Podemos enviar fotos, vídeos, exames, análises, etc, através da app Medicina Online.
Depois se, por exemplo, for prescrito algum medicamento a receita chega-nos via SMS. 
E em caso de urgência, essa equipa médica fará o nosso encaminhamento direto para a unidade de saúde e, caso seja caso disso, somos atendidos de forma prioritária. 
Para além disto, ainda pode acontecer vir a casa ou mandarem um transporte de urgência [ambulância].
O meu desejo é, obviamente, não termos nunca de fazer esta chamada, mas em caso de necessidade, parece-me uma solução espetacular. 

O (meu) presente Vintage [e um Natal devagar]

segunda-feira, dezembro 11, 2017
Não sou muito de coisas, vocês sabem. Da posse.
Tenho tentado ter menos e ser mais.
Gosto de guardar o que me traz alegria como aprendi aqui. Adoro, e é importante para mim, sentir-me rodeada de coisas bonitas. Preciso disso para o meu bem estar.
Gosto dos detalhes, da história por trás das coisas. Das emoções que nos fazem sentir algumas peças.
Mas agora escolho melhor o que compro. Ou me faz falta, ou me faz feliz.
Já não sou tão impulsiva.
E, por isso, este ano o meu presente veio mais cedo. [Foi mesmo de propósito.]
Como encomendei online, [nesta loja que vão amar com ideias lindas e super acessíveis], chegou muito antes do Natal. Por um lado, porque era a primeira vez que encomendava e não conhecia o site. Afinal, chegou a tempo e horas. E depois porque o meu presente de Natal de todos para mim era para ser usado nesta época para criar uma tradição.
Eu adoro música. Música de Natal incluída.
E odeio pressas. O meu Natal é feito de pressas.
A família é grande e ando sempre a saltar de casa em casa.
No meio disto, que também adoro porque estou com a família, preciso de foco.
Então, decidi começar a criar a minha própria tradição, a cá de casa.
Pôr música de Natal em gira discos faz-me recuar à minha infância [e às fúrias do meu pai cada vez que partíamos a agulha].
25 de manhã vamos acordar lentamente. Vou pôr música. Beber um chá. Trazer todos os presentes para a sala. Vamos estar de pijama a rir, a conversar, a contar coisas que sentimos.
Quero um Natal devagar. E criar memórias de família.
É o meu pedido deste ano.
A marca GPO, é uma marca britânica divertida, colorida para quem gosta de peças bonitas e estilo vintage. Para além dos gira-discos em diversas cores, a GPO também tem telefones retro, rádios e colunas e tudo, mesmo, mesmo, acessível. Espreitem aqui.


O Natal é quando uma família quiser!

segunda-feira, dezembro 11, 2017
Cá em casa o pai Natal está ameaçado, [como podem perceber pelas calças leopardo da girl].
Talvez seja o último ano completamente inocente por aqui.
Bem, não vale a pena chorar. Faz parte da vida, certo?
Custa, mas temos de tirar partido de todas as fases.
O Natal será sempre mágico enquanto existir família, luzes, presépio e, vá, até o bolo rei que não adoro. Enquanto contamos os dias para que chegue e, já lá no meio, suspiramos até estar acabado. 
O Natal é decorar a casa de verde, encarnado, dourados e das cores que se faz o nosso Natal. O Natal existe em cada abertura do presente que estava na carta, aquele que eles falam há dias sem fim. Nos serões em família, nas gargalhadas e nos espetáculos organizados para mostrar à família. Nas cumplicidades entre primos, no peru, no bacalhau, no polvo, em cada tradição que se cria. 
O Natal está numa música da quadra que nos faz querer ser melhores. Está em pensarmos nos outros. Em parar. 
O Natal vai sempre existir, mesmo que o senhor das barbas não apareça porque, afinal, o Natal é quando uma família quiser.

Neste Natal, na Lanidor Kids 5€ da venda de cada Camisola Solidária Natal 17 revertem para a Make-A-Wish Portugal que realiza desejos de crianças com doenças que colocam as suas vidas em risco. Ajude-nos a realizar desejos destas crianças.

Fui tomar o pequeno-almoço com a Catarina Furtado

sábado, dezembro 09, 2017
O espaço é maravilhoso e respira-se solidariedade. 
Mas daquela que se unem muitos esforços para se pôr mão à obra.
Conheço a  Catarina Furtado desde a SIC e tenho, por ela, uma enorme admiração, por muitas razões, mas acima de tudo, por ser tão genuína e lutadora. E sempre com um sorriso. Ela é aquilo que se vê na televisão. E eu adoro isso.
E, por isso, estou aqui para vos convidar a passarem pela Rua da Junqueira, 295/7, em Belém
para um pequeno-almoço ou almoço, com uma ementa de ir às lágrimas, sugestão do Chef Kiko
[Conseguem almoçar muito bem por uns 6/7 euros.]
Ou até um café, porque aqui tudo reverte a 100% para as causas que a associação apoia, seja a violência no namoro (uma realidade surreal nos nossos tempos), a igualdade de género, o combate à pobreza e à exclusão social.

Vale muito a pena irem, o local é magnífico.
Outra forma de ajudarem [e que eu acho linda] é com as Flying Seeds, esta coleção maravilhosa da Luísa Rosas jewellery, que generosamente também fez reverter a totalidade das vendas para estas causas.
A coleção Flying Seeds é inspirada em sementes voadoras e pretende apoiar a causa da Associação Corações com Coroa, dando asas ao sonho de meninas e mulheres de verem reconhecidos os seus direitos, em Portugal e no mundo.
Estão também disponíveis nas lojas David Rosas (Lisboa, Porto, Algarve e Funchal) e pode ser uma ótima sugestão para um presente especial este Natal. Amanhã mostro a minha.
Obrigada Catarina pela enorme honra de ter estado neste dia. Orgulho imenso.


Vouchers de Natal!

sexta-feira, dezembro 08, 2017
Obrigada a todos por todo o carinho pelos meus projetos.
É tão bom sermos felizes no que fazemos.
Desde que lancei ontem o primeiro workshop ontem d' A Caravana, fiquei surpreendida com o número das inscrições em apenas um dia. Obrigada de coração!
Este projeto foi a forma que eu arranjei de ajudar mães. Não ganho dinheiro com ele. 
Cobro uma quantia simbólica por uma sessão fotográfica, organização e divulgação do evento.
Esse investimento é depois facilmente recuperado outra vez por quem dá o workshop com as inscrições. Ou seja, A Caravana é algo onde tento fazer algo por alguém. A forma como posso e consigo ajudar.
De resto, tenho agora muito trabalho com o blog, onde está investido o meu maior esforço no momento, e sempre que posso a fotografia, que é uma enorme paixão e que quero manter sempre.
Tem sido uma viagem muito boa!
E por isso, vos escrevo hoje. Para agradecer.
E para dizer que, para quem quiser oferecer memórias este Natal, já tenho disponíveis os vouchers de Natal.
Todas as infos para crushfotografia@gmail.com