menu-topo

Os dentes não têm juízo

segunda-feira, novembro 28, 2011

Ao fim de 11 meses e 11 dias
(só não contei minutos e segundos para não parecer muito obececada)
NASCEU o primeiro dente do meu filho.
Vivaaaaaaa!!!
Dizem que quanto mais tarde saiem melhores serão os dentes
mas os bebés acabam por sofrer mais porque as gengivas já estão muito mais rijas)


Aconteceu igualzinho com a mais velha…
e sim confesso, foi um momento para lá de especial.
Com direito a sms’s para a família,
saltos de excitamento e o coração muito mais acelerado.
Apesar de eu ADORAR aquele desdentado
e estar sempre a dizer que tinha bebé até mais tarde
(ficam mesmo queridos!!!)
 já estava IMPACIENTE...
Isto porque li que
normalmente costumam aparecer por volta dos 4 meses
,
(Sabiam que há bebés que já nascem com dentes?! WHAT??? )!
Ou seja, estive 7 meses de olhar fixo na boca dele
e invariavelmente a passar-lhe os dedos pelas gengivas.
(O que é que pensará um bebé ao ver estes comportamentos?!)
Tudo seria mais tranquilo se o mau estar não invadisse a casa,
as noites
e até a saúde dos bebés.
É a guerra de sempre entre pais e pediatras.
- «­Está com febre. É dos dentes!» 
Para ouvirmos: «-Os dentes não dão febre!»
e andamos nisto...
A verdade é que mesmo que não dêem febre directamente ,
o nascimento dos dentes dá-nos mesmo é cabo da vida.
O sistema imunitário dos bebés fica mais fraco
e é uma porta escancarada para infecções e muitas queixas.
E isso sim, pode dar febre!!!
(Lá está! F-E-B-R-E!!!)
Mas este altinho (que já se ouve na colher de sopa
 mas que ainda não é visível), já cá canta!
Agora vão parecer pipocas a saltar
!!!


E eu... já nostálgica das mordidelas furiosas
mas ainda inocentes
que ele ainda me dá no queixo e no nariz
na altura daquelas raivinhas.

Dica de mãe:
 Muitos mimos e paciência, Matricária para esfregar nas gengivas e para um efeito imediato um gel que anestesia um bocadinho.
Atenção aos colares de Âmbar que são giros mas podem asfixiar.
Coloquem no braço em vez do pescoço.

3 comentários:

  1. Bons conselhos para o futuro! Espero que não nasçam já (4 meses) à minha filha. Também gosto dela desdentada.

    ResponderEliminar
  2. Rita Vieira Amaral Tomaz30 de novembro de 2011 às 22:58

    cuidado com o gel que anestesia...depois endurece a gengiva e o problema volta ainda pior! :-( Escolham um gel que amacie a gengiva...o que queremos é aliviar o desconforto( o gel é fresquinho) e facilitar o rompimento da gengiva (por isso o efeito de amaciar é essencial)! Sorry Rita mas nunca anestesiar!

    ResponderEliminar
  3. Sim, sim!
    Anestia do fresquinho!;)
    O melhor sempre é perguntar ao farmacêutico as propriedades do gel.
    Há várias opções!
    Normalmente, opto pelos produtos naturais e...experimento sempre em mim primeiro. ;)

    ResponderEliminar