menu-topo

Horta à porta!

quinta-feira, março 15, 2012

Aqui estou eu com um novo projecto,


 literalmente, nas mãos.



Medo!!!


Desde a algum tempo tenho me apaixonado


pelo cultivo!


Sou completamente leiga,


- amadora MESMO!!! -


daquelas que não distingue o Norte do Sul,


e muitas vezes 'tadinhas' das plantas


não sobrevivem nem aos meus tratos


nem aos maus-tratos do meu filho...


 


(Terror!!!)


 


São tão fresca nisto que,


basicamente, estamos a falar de necessitar de um curso tipo


Hortas para tótós!!!


 


Tenho um pátio pequeno


-17 m2 -


mas MUITO FELIZ!!! com ele,


- sempre dá para pôr uma piscina de plástico


para as crianças chapinharem


e fazer umas jantaradas
 no Verão.


 


Está muuuuuito mal aproveitado,


tem características especiais


de vento


e exposição solar,


e nunca sei onde devo pôr as minhas bebés.


(Acho mesmo que já passaram por todos os cantos do pátio...)


 


Agora tenho:


Coentros


Salsa


Manjericão


6 pés de couve Portuguesa


Hortelã



Como acho que já são algumas espécies


e que esta paixão está para ficar


decidi levar o meu sonho mais além.


 


Aliás, o meu marido anda em pânico porque,


quando percebi que uma galinha põe um ovo por dia,


já lhe pedi para termos uma!


(Já dava para uma tortilha por semana!!!)


 


E também quero fazer composto


(com os restos orgânicos da cozinha),


mas isso são outros quinhentos...


 


Ora que descobri


a pólvora para o meu rastilho.


A ideia e a produção são nacionais


e, na minha opinião, geniais!!!


 


Dá para qualquer cantinho,


cozinhas, varandas, sala,


brinca-se como o LEGO,


é bastante acessível,


e tem um sistema de rega


que nos deixa ir de férias tranquilos...


 


Tudo o que eu procurava!


 


Liguei-lhes, expus-lhes


as minhas dúvidas e intenções,


(burrinha, burrinha!!)


mandei-lhes a planta do pátio


com a exposição solar


cheio de desenhos, medidas e sóis.


 


Veio devolvida assim:



 Claro que vim logo aqui partilhar


porque basta termos só um vasinho em casa


para questionarmos


o melhor sítio para o pôr...


Assim podem ver onde pôr plantas de Sol e de Sombra


espalhadas pela casa, varanda, jardim ou pátio,


sem ajuda de ninguém.


 


Este exemplo, é claro, personalizado


- até porque a minha ideia é só ter comestíveis -


mas já dá para ficarem com uma ideia!


 


Próximo passo:


Colocar o Mini-garden


e vir aqui mostrar.


Can't wait!!!!


 Podem espreitar mais soluções AQUI!!!


 

13 comentários:

  1. Uau!
    Que boa ideia!
    A galinha faz-me pensar. Será que as pestes a apertam?
    Ahaha!

    ResponderEliminar
  2. Acho que o espaço é curto porque depois há as doenças e porcaria, mas é uma ideia muito tentadora! :)

    ResponderEliminar
  3. Rita da Costa Martins15 de março de 2012 às 11:01

    Eu não sou nada dada a hortas e plantas... Mas depois de conhecer o meu marido lá tive de me habituar aos milhares de vasos e ervinhas que ele ia trazendo... Quando mudamos de casa perdemos um terraço fantástico e mesmo com as mini varandas que temos agora ele não perde a vontade! Salsa, alecrim e erva cidreira vivem em plena Lisboa!! Vou já partilhar com ele esta informação para se tornar um verdadeiro profissional da horta!!

    Obrigada,
    Rita.

    ResponderEliminar
  4. Hihihi
    Sim, sim, espero que todos me acompanhem nesta aventura!!!
    :)
    A ver... Estou cheia de vontade de mostrar todos os passinhos!
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Também é uma ideia que me assola. Mas bem mais pequena pois só tenho mini-varandas! Espero um dia poder dedicar-me a sério, a coisas comestíveis! Acho fascinam-te até porque cresci no meio da agricultura, de quintas! Saudade desse tempo e muita pena pelo meu Salvador não poder ter a infância que eu tive!
    Beijos e boa sorte! Aguardo as fotos! :D
    *.*

    ResponderEliminar
  6. Olha amiga!
    Também ando numa dessas. Neste momento, comestível só hortelã. A salsa e os coentros foram todos consumidos e não foram replantados. E depois tenho uma árvore que daria laranjas bebés se não fossem as miudas a arrancá-las cada vez que aparecem só para o gozo de as descascar... Que para comer, já perceberam que são muito amargas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Guiga, isto é exactamente pensado para espaços pequenos.
    Todas as mães podem meter mãos à obra!
    Dentro de casa é a mesma coisa.
    Dedicamo-nos e orgulhamo-nos do crescimento das plantinhas, quase como dos filhos!!!
    Digo-he que a minha vida é muito mais feliz agora.
    Mesmo com frio, ponho os casacos aos meus filhos, mexem na terra, sujam-se, molham-se todos...
    Plante hortelã que é mesmo fácil e cresce loucamente!
    Venha comigo nesta viagem e assim vamos contando a nossa aventura!;)
    Beijinhossssss
    PS: Inveja (da boa) por ter crescido no campo!:)

    ResponderEliminar
  8. Rita eu acho a ideia da horta fantastica, quando se gosta e se tem tempo para dedicar acho que devemos a proveitar estes pequenos espaços da casa.
    Eu cresci numa aldeia com quintal e criação de animais como coelhos galinhas.. enfim, o meu pai é caçador e tem imensos cães, então os restos de comida tinham sempre um fim diferente que hoje lhe dou porque vivo num apartamento e apenas tenho uma pequena varanda.
    A pouco tempo plantei sementes de abobora num vaso.. ainda tou a espera que elas nasçam!
    Confesso que tenho saudades do meu tempo de criança, com uma vida saudavel da aldeia.
    Boa sorte na sua horta Rita, beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Bem... a partir de agora esta deixa de ser a MINHA horta e passa a ser a NOSSA horta, ok?!
    Beijinhos a todas!

    ResponderEliminar
  10. Jesus, que erro HORRÍVEL... "Fascinam-te"!!!! NÃO, fascinante! Credo!
    Beijos! *.*

    ResponderEliminar
  11. Olá Rita!

    Estava a ver o seu post e achei espectacular porque eu própria tenho uma horta em casa. Tenho morangos, alho, alfaces, tomatinhos cherry , brócolos e um limoeiro. Primeiro tentei ter essas coisas típicas , salsa, coentros e hortelã mas nada dava, as folhas ficavam rochas e morriam num instante! Só depois percebi que é da água do mar... vivemos (acho q vc tb vive por cascais) muito perto do mar e plantas como essas é difícil aguentarem, tenha atenção à exposição ao vento que vivendo na linha o vento é sempre mais salobro e essas plantas são difíceis de aguentar a menos q muito protegidas!

    Se ler um bocado tb vê q os coentros tem de cortar com tesoura para voltar a nascer, a salsa não volta a nascer dos mesmo pés, é preciso estar sempre a plantar mas cresce depressa!

    O mais giro é mesmo ter os tomatinhos e alfaces que crescem mt rápido e brócolos e o melhor morangos! São coisas q vemos a crescer e quase n apetece arrancar para comer mas tou morta por ter filhos e fazer isso com eles, acho mesmo giro! Ver a flor a nascer e o morango a crescer lá no meio são um máximo ! Além de ser uma planta linda ou morta que chegue o verão para ver se são mesmo bons! :)

    Há um senhor na praça de cascais que vende tudo isso em mini e depois é só plantar e deixar crescer!

    Bjs e boa sorte com a sua horta!

    ResponderEliminar
  12. Que querida Margarida!
    Isso são dicas óptimas!
    Vou ter tudo em atenção...
    Realmente uma horta só tem sucesso com experiência.;)
    Também já percebi isso no meu pátio. Há uma zona que tem menos sol, mas que é a que corre melhor.
    Deve ser de certeza devido ao vento e ao sal.
    Vou colocar essa questão aos senhores do mini garden...
    Mil vezes obrigada
    Um beijinho
    Rita

    ResponderEliminar