menu-topo

Passatempo: O meu filho sai a mim!!!

terça-feira, março 20, 2012

 Há coisas que NÃO dão para explicar!


Olhamos para eles e é como vermo-nos ao espelho...


Não lhes ensinámos, não lhes mostrámos,


não lhes dissemos e...


Plim!!!


Um mini-Me!



 


 Pode não ser só fisicamente,


mas há ali um pedaço meu,


naquele ser.


Rabugento, teimoso, alegre, simpático...


(Normalmente, só as coisas boas é que são nossas!)


E isto dá até para muitas ''discussões'' ao longo da vida


que se alastram a vários membros da nossa família!


E se não se encontra nada semelhante... uiiii!!!


Associada ao livro


SOCORRO! SOU MÃE...


a


Me & the grown ups


quer saber:


Em que é que o seu filho sai a si?!


 


 Conte-nos neste blog


até dia 29 de Março,


uma história,


um pormenor 


um episódio,


uma foto,


em banda desenhada 


ou faça uma novela...


Não nos esconda nada!!!


 


Para ganhar uma bela 


toalha


IGUAL PARA OS DOIS


(ou seja duas belas toalhas iguais)


pais-filhas, mães-filhos, pais-filhos, mães-filhas


para arrasarem este Verão


de igual,


porque afinal,


são mesmo tão iguais!


 


 Lembrem-se:


É OBRIGATÓRIO fazer


 um like


AQUI!!!


 


 


 


 

16 comentários:

  1. Um dia, a minha filha Beatriz, escreveu o nome dela na parede.
    Perguntei-lhe quem tinha escrito Beatriz na parede, ela disse que não tinha sido ela. Ficou de castigo obviamente , duplamente pela assinatura na parede e pela mentira.....
    Eu fiz a mesmíssima coisa, assinei a minha asneira.....com a idade dela!Também fiquei duplamente de castigo. E pergunto-me se ela também ficou a pensar como é que tinha sido descoberta!:))

    ResponderEliminar
  2. Olá. Apesar de ter nascido na Alemanha, vim para Portugal aos 7 anos. Moro na margem sul mas os meus pais são oriundos do Alentejo e sinto-me portuguesa de coração e alentejana de alma.
    Como todos os alentejanos (e eu como tenho uma costela) farto-me de cantar as modas alentejanas, não como uma refeição sem pão e essencialmente adoro molhar o pão no molho da comida ou no azeite.
    O pai do meu filho é militar e não acha piada a estas coisas. Mas o meu Fábio, com 4 anos dá-lhe que fazer. Adora a vida militar (por causa do pai), faz karaté e não pára um segundo, senão para ouvir a mãe cantar à Alentejana (até acompanha nos ensaios e saídas do grupo coral) e não há refeição em que não se molhe o pão no molhinho ou no azeite!!!!
    Não há dúvidas que a costela alentejana está lá, queira o pai ou não queira!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá! O meu filhote tem 4 aninhos e sempre que vamos a algum lado e encontramos muros, maiores ou mais pequenos, ele quer sempre ir pelo muro de mão dada a mim. O papá não acha piadinha nenhuma a isso e muitas vezes reclama com ele para se despachar porque não tem paciência para esperar, já eu revejo-me nele, com a idade dele, a caminhar pelos muros de mão dada ao meu pai. Revejo-me nele também quando ele apanha todas as florzinhas, todas as folhas, todos os pauzinhos que encontra pelo caminho. E encho-me de felicidade com cada um destes pequenos grandes momentos.

    ResponderEliminar
  4. Olá Rita: Aqui vai a história.
    Sou uma gulosa, sempre fui, Quando era pequena e os meus tios iam a minha casa iam de propósito ao meu quarto (já´eu dormia profundamente) e perguntavam-me se eu queria trouxas de ovos!!! Diz-se que eu acordava imediatamente, comia-as e voltava a dormir ferrada!!!! Hoje já tenho dois filhos, um deles tem um ano, e come compulsivamente (é um perfeito horror, igual a mim pelo que dizem) a palavra que repete a toda a hora É PAPA!!No outro dia tentei acordá-lo a meio da sesta porque tinha um compromisso. Ele não queria mesmo acordar, mas quando abriu os olhos e, finalmente, olhou para mim, meio a dormir, diz: papaaaa... fecha os olhos, deita-se e volta a dormir!
    é impressionante!
    Outra coisa em que e igual a mim: Há pouco tempo a minha mãe contou-me porque e que nao se zangava comigo quando eu tinha negativas a matemática. Parece que a minha professora lhe pedia expressamente para não o fazer, o motivo era o seguinte " Ela é tão boazinha, não a estragues, não te podes zangar com ela";
    Hoje vejo o filho de 1 ano a fazer asneiras e a ligar "0" às minhas reprimendas, desabafo com as educadoras, que curiosamente me respondem "não se zangue com ele, não o pode estragar, ele é tão bonzinho!!"

    não há coincidências :)

    ResponderEliminar
  5. sou mamã de dois meninos gémeos. o M e o F. o pai é italiano. como gémeos são muito parecidos, embora falsos, mas o melhor é que o M é igual a mim e o F é igual ao pai. o M é definitivamente português e o F é um italiano quebra-corações! são super amigos como os papás, mas quando se zangam é vê-los tornar-se na sua pátria, o M grita mais como a mamã e o F gesticula como o pai italiano que tem. o M adora queijo da serra e o F prefere parmiggiano. o M não come tomate cru, o F come-o ás dentadas. o M adora ver tv como a mãmã e o F prefere mexer na aparelhagem do pai.
    a mamã tem carta de condução e o M quer estar sempre ao volante comigo ou andar na mini-mota no terraço, já o F prefere cozinhar e jardinar como o pai. o M acorda com as galinhas, como a mamã e o F adora ficar até tarde acordado com o pai... enfim. são os dois meus, têm os dois os meus olhos, e o meu cabelo, têm os dois o brilho nos olhos do pai quando felizes e um apetite voraz como o pai, mas cada um tem coisas dos dois, e cada um mais coisas de um... é uma delícia ver-NOS assim tão pequeninos... o susto de ter gémeos passou no instante em que os vimos sorrir e aí percebemos que o sorriso era diferente. igual a cada um de nós. foi aí que o medo desapareceu. foi aí que me senti mamã pela primeira vez.

    ResponderEliminar
  6. A nossa filha tem quase 8 meses.
    Sempre comeu bem, dei de mamar até aos 5 meses e meio, depois bebia biberons como deve ser, até que começou a comer sopa.
    Mas a sopa.... era um filme tão grande até ela comer. E muitas vezes ganhava. Ganha. Eu desistia desesperada.
    Sempre a achei parecida com o pai, em tudo. Fisicamente e o feitio era a fotocópia. Foi então que pensei: o pai adora doces e se a sopa não é suficientemente doce para ela?
    E então experimentei esta receita: carninha, 3 batatas doces, cenoura, abóbora, uma cebola pequena e pêra (???!!!).
    A sopa estava uma injecção de açúcar.
    E ela devorou.
    Decidimos que não a vamos apresentar aos doces tão cedo!

    ResponderEliminar
  7. Ola. tenho um filho lindo (como a mãe) com 3 aninhos.
    Tem um personalidade muito forte e é muito teimoso e persistente. Nisso em geral, sai á mãe. A regra é: nunca desistir!
    Desde á uns mesitos para cá, tem revelado muitos gostos e desejos, entre oa quais um me surpreendeu muito.
    Do nada começou a pedir uma espingarda porque queria 'matar coelhos e javalis'.....ele nem sabia o que eram javalis
    A verdade é que o avô dele é caçador, e levava o pai desde muito peque á caça, que tambem saiu caçador. O que eu acho giro neste 'quem sai aos seus'....é que o pai do filho ja deixou a caça á 4 anos, antes dele nascer, e o miudo teve de ir buscar 'aquele bichinho :-)
    vamos ver, se temos caçador
    Adriana Rosa

    ResponderEliminar
  8. Das eternas histórias, dos infinitos pormenores, dos inúmeros episódios, ..., há um facto que é uma constante imutável no momento em que chegamos a casa. Os dois furacões entram em acção e só param quando tudo vai dormir. Um furacão chama-se Maria Pilar e tem 14 meses e o outro chama-se Sara Maria e tem 348 meses! Desde sapatos espalhados pelos corredores, a livros e bonecos amontoados e desarrumados despropositadamente pela sala, enfim, são dois autênticos mini furacões que num rodopio acelerante levam tudo por onde passam! Não tenho a menor dúvida que uma sai à outra...
    Quando tudo vai dormir o Pai João traz a bonança porque no outro dia é certo que vai haver tempestade!!!!

    ResponderEliminar
  9. Na pele tem a cor do pai
    Parece uma ciganita
    Já no tamanho, sai à mãe
    É a minha caganita!

    Os olhos são os do pai
    Como duas azeitonas
    No feitio sai à mãe
    Somos duas refilonas

    As sobrancelhas são do pai
    Grossas e carregadas
    Mas é pirosa como a mãe
    E gosta das unhas arranjadas

    O cabelo é o do pai
    Escuro e ondulado
    Mas o gosto é o da mãe
    Exigente e refinado

    Os pés são os do pai
    ao pormenor, sem tirar nem pôr!
    Mas é doida como a mãe
    Canta e dança com fervor!

    Fisicamente é como o pai,
    A Princesa morenaça!
    Mas a maneira de ser é toda mãe
    E por isso é uma giraça!

    ResponderEliminar
  10. A Mariana é a minha cara chapada quando tinha a idade dela. Agora i k temos mesmo mesmo em comum é o mau humor matinal... Aquela meia hora inicial hummm em k não nos podem dizer nada ;0)

    ResponderEliminar
  11. Foi nos Estados Unidos da América que tive o meu primeiro filho. Muitos sonhos e pesadelos à mistura, mas nada que "falasse" da fisionomia do meu filho que viria a nascer. Quase sempre sonhei que ia ser um grandessíssimo trombudo, era o meu maior medo... uma criança antipática! Nunca me lembrei das parecenças físicas , nem nunca duvidei da sua beleza, já era LINDO para mim! Que venha com saúde.... ah , e que não seja um maldisposto!!!
    Seis dias antes do parto (que estava marcado para dia 17 de Setembro), aconteceu a tragédia do 11 de Setembro! Devido a todos os atrasos e complicações aeroportuárias , os meus pais não conseguiram embarcar para assistir ao nascimento do neto Texano.
    Dia 17 de Setembro, nasce o Salvador!
    Estive horas calada, depois do parto, não conseguia tirar os olhos dele, estava em "estado de choque"!!!
    Consegui falar pela primeira vez, quando a minha Mãe telefonou... "Mãe, ele é IGUAL a MIM!!! Como é que é possível?!" A resposta dela? "Querida, é normal! Aposto que também deve ser simpático como tu!" .
    Não há criança mais dada e mais simpática! Nisso, ao contrário da minha mãe, acho que sai mais ao Pai! ;)

    ResponderEliminar
  12. Quando engravidei sempre me questionei a qual dos dois o nosso bebé sairia e costumava brincar com o meu marido a dizer que o nosso futuro filhote ia ter o mau feitio do pai. Qual não foi a minha surpresa quando ainda o nosso pipoca não tinha nascido e já mostrava parecenças com a mamã.... Às 30 semanas tive uma ameaça de parto prematuro e depois de uma breve estadia no hospital fui para casa com ordens de repouso absoluto. Cada dia que passava, para mim, era uma autêntica vitória e eu passava o tempo a falar com o nosso filhote e só lhe pedia para aguentar até às 38 semanas.
    Pois foi precisamente no dia em que fazia as 38 semanas que o nosso príncipe decidiu nascer, apesar de eu já ter cesariana marcada para dali a 2 dias. Desde cedo mostrou que era determinado e pontual como a mamã... afinal eu tinha-lhe pedido para aguentar até ás 38 semanas e não 38 semanas e 2 dias :).
    Depois de ter nascido as parecenças acentuaram-se ainda mais.... não gosta da chucha a não ser para adormecer, mas gosta de andar com ela enfiada no dedo e adora esfregar a carita na fralda de pano que tem de estar sempre com ele. O engraçado é que os avós contam que é tal e qual como quando a mamã era pequenina.
    Outra coisa em que somos parecidos, para mal dos meus pecados, é no sono.... Eu sempre dormi poucas horas e ele vai pelo mesmo caminho... quando dorme uma hora seguida é uma festa!!!!
    Podia ficar aqui horas a falar deste ser maravilhoso que me alegra os dias e de todas as parecenças que temos...... Adoro-te Mário João!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  13. Rita Gonçalves dos Santos30 de março de 2012 às 00:06

    A pulga é igualzinha a mim porque sempre que não consegue fazer alguma coisa, revira os olhos e treme os lábios :) É teimosa e cheia de personalidade mas é o meu amor!

    ResponderEliminar
  14. Tinha preparado um slide com fotografias minhas e da minha Pilar (Pipoca), que tem 10 meses, mas não consigo postar aqui, com muita pena. Com a mesma idade, fotocópia bem tirada que é esta minha filha! Os mesmos olhos, nariz, boca e até os dentinhos são iguais!

    Ultimamente, a Pipoca começou a exigir mexer na orelhinha de quem lhe estiver a dar colo para adormecer, e vai mexendo na orelha com os dedinhos até dormir...ninguém ensinou, ninguém mostrou e...eu, sua mãe, há 22 anos atrás, com a mesmíssima idade, fazia exactamente a mesma coisa... : )

    ResponderEliminar
  15. Catarina pode enviar para socorrosoumae@sapo.pt
    Obrigada a todas pela participação.
    Falta pouco mais de meia hora para terminar...;)

    ResponderEliminar
  16. Obrigada pelas participações maravilhosas!!!
    Daqui a nada o resultado!
    Tcha nan nan nan;)

    ResponderEliminar