menu-topo

Entrelaçadas...

sábado, junho 02, 2012

Já vos tinha contado o quanto as adoro!


E depois de me pedirem um post,


fui em busca de fotos!



Há centenas de maneiras de fazer:


de lado, em tiara ou bandolete, grossa, fina, mais larga...


mas acho que dá sempre aquele ar romântico. 


É excelente para um look de praia ou mais arranjado,


e para aqueles ''bad hair day''.


É só ter jeito ou arranjar quem tenha!


Aqui, grávida do boy, vê-se muito pouco trança...



e muita pança!


É um pequeno (grande) acessório natural


que podem usar,


 sem abusar... como eu,


que até escolheu este look


para um dos dias mais importantes da minha vida.


Um bocado desmanchadada porque apanhou chuva,


mas já se sabe: Boda molhada...


 


...cabelo despenteado!


Deixo-vos fotos e um vídeo de uma actriz que adoro


e que podem seguir aqui!
 Ela está muito ligada à moda e é basicamente 


«The queen of braids from NY».


E também vos deixo este texto maravilhoso:


 


«Era uma vez uma menina que tinha cinco tranças lindas e se chamava Ynari. Ela gostava muito de passear perto da sua aldeia, ver o campo, ouvir os passarinhos, e sentar-se junto à margem do rio.Certa tarde, já o Sol se punha, Ynari ouviu um barulho. Não eram os peixes a saltar na água, não era o cágado que às vezes lhe fazia companhia, nem era um passarinho verde. Do capim alto saiu um homem muito pequenino com um sorriso muito grande. E embora ele não fosse do tamanho dos homens da aldeia de Ynari, ela não se assustou.O homem muito pequenino andava devagarinho e devagarinho se aproximou.



- Olá! - cumprimentou.- Olá - respondeu Ynari, receando que estivesse a falar alto de mais para o tamanho do ouvidodo homem muito pequenino. - Desculpa, mas não sei o teu nome...- Eu também não sei o meu nome... - desculpou-se o homem muito pequenino. - Mas chamam-me homem pequenino.- Ah, está bem... - sorriu Ynari, enquanto se deitava na relva para ficar mais perto dele.- Eu tenho um nome só, quer dizer, uma só palavra: chamo-me Ynari.- Ynari é um nome muito bonito - o homem pequenino sentou-se, ficando, assim, ainda mais pequeno.- Posso fazer uma pergunta, homem muito pequenino?- Podes fazer muitas perguntas.- De onde vens?- Venho da minha aldeia, que fica mais para cima, junto à nascente do rio.- E lá, na tua aldeia, são todos pequeninos?



- Sim, somos todos mais pequenos que vocês, quer dizer, depende daquilo que entendemos por «pequeno». Não achas?- Nunca tinha pensado nisso. Sempre pensei que uma coisa menor fosse uma coisa pequena...- Pode não ser assim... Conheces a palavra «coração»?- Conheço! - sorriu Ynari. - E não é só uma palavra, é isto que bate dentro de nós - e mostrou no seu peito onde o coração batia.-



Claro, e... O coração é pequeno para ti?- É... e não é! Cabe tanta coisa lá dentro, o amor, os nossos amigos, a nossa família...- Vês? - disse o homem mais pequeno que ela.


- Às vezes uma coisa pequenina pode ser tão grande... (...)»


 Ondjaki Ynari a menina das cinco tranças Lisboa, Ed. Caminho, 2004

  


 


  



 


 


 

2 comentários:

  1. AMEI!!! adoro tranças! partilho o lado romântico ...mesmo despenteadas ficam sempre bem! e nas loiras ( eheheh) ficam a matar!..vou experimentar a do video! parece simples!

    beijinhso e obrigada pelas dicas!

    ResponderEliminar
  2. Parece ser bem simples! Agora vou experimentar seguir o video!
    Obrigada pela pesquisa e partilha!

    Fraldas-e-Rabiscos.blogspot.com

    ResponderEliminar