menu-topo

O dilema da pílula...

terça-feira, outubro 09, 2012

Sejamos realistas...


Só não engravidei porque Deus não quis...


A verdade é que não tenho vida para depender do meu cérebro


e de uma toma diária.


Tive então de chutar para canto a pílula convencional


e admitir que preciso de um método tão eficaz


mas menos rigoroso.


Quero algo que não faça mal à saúde


- esta é sempre a grande questão dos químicos -


prático


e que não me surpreenda


nove meses depois da toma.


Logo, pus-me em campo e fofoquei com todas as amigas,


médicos, farmacêuticos e outros demais


que me apareciam no caminho.


Pílula!  


- A nossa amizade fica por aqui!


És muito intensa e absorvente.


Já passámos bons momentos


mas agora é tempo de cada uma seguir o seu caminho.


Métodos naturais! 


Não é que não confie neles...


Não confio é em mim!!!


Laqueação das trompas


e outros métoos evasivos!


Sou muito nova para isso


e nunca se sabe....


Diu! 


- Metes-me um bocado medo.


5 anos de sossego é espectacular


mas o meio para chegar até ti...


uhmmmm ainda não estou convencida.


Já ouvi falar em colocações mal feitas,


mas isso, claro, acontece aos melhores.


Poderás ser uma opção futura... A ver!


Implante!


3 aninhos mas dói um bocado, não é?!


Uma colega já me mostrou


e sente-se mesmo um ferrinho dentro da pele


no braço... Não sei se me agrada!


Sei que é cada vez mais o método escolhido


e vou tentar conhecê-lo melhor...


Abstinência!


Não!!!


 Preservativo!


Não!


 Anel vaginal!


God! Falem-me disto...


A minha opção por agora


 foi o Adesivo!


Muda-se à semana


o que já ajuda muito na gestão lá em casa.


Ou seja, um penso por semana,


põe-se 3 semanas e descansa-se uma!


No Verão será mais difícil escondê-lo


mas por agora...


Disseram-me na farmácia que é menos forte


porque não é ingerido


mas funciona por absorção.


Não tem mais contra-indicações que as outras


e vai daí, andamos nisto...


coladinhos um ao outro.


 


 


 

28 comentários:

  1. Sou tão igual Rita!!! Vou experimentar o tal do penso!;)

    ResponderEliminar
  2. Eu usei o anel vaginal. Dura um mês, ou melhor, 3 semanas e tira-se uma. Mais ou menos como o penso, mas fica lá dentro 3 semanas.

    Dei-me bem. E foi uma solução para o meu eterno esquecimento em tomar a pílula. :)

    ResponderEliminar
  3. Também tive esse mesmo dilema ... neste momento, já lá vão 3 meses que optei pelo o anel vaginal, pelo menos não tenho sentido alguns efeitos que a pílula provocava ... mas aguardo que venha a pílula masculina, para equilibrar a solução :)

    ResponderEliminar
  4. Experimente Nuva Ring! É um anel vaginal que colocamos nós, todos os meses (fica 3 semanas e descansa 1) e nem se dá por ele! Não se sente nada e é facílimo de colocar! Já uso há alguns anos e não quero outra coisa!

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Rita!
    Eu sempre usei o anel vaginal como método contraceptivo .
    A minha ginecologista sempre me indicou o nuvaring , pois tb é hormonal como a pílula - com a mesma taxa de eficácia, embora seja MUITO menos forte ( para uma pessoa como eu, com muitos casos de cancro da mama na família, não se pode facilitar), alem de que se pode vomitar e ter diarreia que não há o perigo de alguma coisa não ser absorvida pelo organismo.
    Mete-se o anel (facilíssimo ) e retira-se 21 dias depois ( tb muito fácil), faz-se o descanso de 7 dias e depois retoma-se o ciclo, tal como a pílula , sendo que não há o problema do esquecimento.
    Eu nunca o sinto, e desculpe a franqueza mas isto tb é importante: o meu namorado tb não :)

    ResponderEliminar
  6. Eu também tinha o mesmo problema, que resolvi com o implante.
    Tenho há 2 anos e adoro.
    Nunca senti qualquer dor e só tive uma pequena "impressão" durante os primeiros 4 meses.
    Para além disso, ficou muito mais económico que a pílula.

    ResponderEliminar
  7. Debato-me com esse dilema nesta fase! Estou com a pílula de amamentação, pois na consulta pós parto, quando disse à Dra. que não me apetecia nada tomar pílulas, que não gosto, fazem mal, esqueço-me... levei literalmente uma voz de espanto:
    "Nem pense em engravidar outra vez já a seguir a ter os gémeos! Vai tomar a cerazette nem que seja só até Janeiro, e depois logo conversamos outra vez!"
    E eu... que nem sou nada bem mandada, mas que de facto neste momento não me dava jeitinho nenhum voltar a engravidar... lá tenho tomado. Já me esqueci algumas vezes... já arrisquei, e olha... "Seja o que Deus quiser!"
    Espero que resulte!
    A minha questão é que quando deixar de amamentar tenho que me decidir sobre o que fazer... e não é fácil! Arriscar os métodos naturais é capaz de ser demasiado inconsciente... mas não tenho perfil para pílulas, e tal como a Rita o implante assusta-me um bocadinho. Quando ao DIU, actua de uma forma que não encaixa na minha maneira de ser... prefiro inibir a ovulação do que impedir um óvulo fecundado de alojar nas paredes do útero. O adesivo, já me falaram bem e mal dele...
    Melhor mesmo é a técnica do copo de água! Em vez de fazer amor, bebemos um copito de água! Esta sim é a única 100% fiável! :D

    ResponderEliminar
  8. No seu caso que já tem 2 crianças sugiro o DIU. Há um tipo que se chama Mirena (não é metálico) e tem um funcionamento diferente do DIU mais usado, através da libertação da substância contraceptiva. A colocação dói um bocado, não vou mentir porque sei do que falo mas é um descanso brutal durante 5 anos. Caso não haja nenhum tipo de contra-indicação pode ser uma opção.

    Boa sorte!!

    ResponderEliminar
  9. Acho que o penso dá para ganharmos tempo para uma decisão mais certa, Catarina!
    Mas que dilema!!! ;)

    ResponderEliminar
  10. Não pensei que fosse simples... Um beijinho e obrigada!

    ResponderEliminar
  11. Impressão sem dor?
    A minha amiga diz que doeu...
    Mas realmente é solução prática!!!

    ResponderEliminar
  12. Boa Xica! Gosto de franquezas!!!
    E é engraçado porque a pílula que tem tantas contra-indicações depois para o cancro da mama é altamente positivo!
    beijoooo

    ResponderEliminar
  13. Ahahahaha
    Não gosto nada dessa ultima técnica!
    E é verdade, muitas pessoas pensam que por amamentar não engravidam e depois...
    Farto-me de rir consigo!!!

    ResponderEliminar
  14. Obrigada pela verdade nua e crua!
    Agora duarnte 3 meses não mudo mas depois...

    ResponderEliminar
  15. Não me custou nadinha.
    Quando se coloca, é com anestesia local. Por isso, não sentimos qualquer dor.
    Depois sentia uma "impressão" tipo comichão mas passado uns meses passou.
    Tenho uma amiga que colocou e também não teve qualquer problema.
    O custo foi o da consulta + implante (40€) e é super prático mesmo! :)

    ResponderEliminar
  16. Rita, tenho o mesmo problema que tu... pílula comigo é um método de risco, para além de me fazer imensa confusão andar a meter químicos. Provoca-me alterações no organismo com as quais não me dou bem, em suma: não é para mim! Despedi-a há uns aninhos, hehehe...

    Agora depois de ter o terceiro optei pelo DIU. Como não quero ter mais filhos (digo eu), pareceu-me o método menos invasivo, menos arriscado e mais tranquilo. Não custa nada a pôr, são 7 anos sem pensar nisso, não me alterou em nada os ciclos em regularidade e quantidade, nem o sinto! Daqui a 6 anos troco! E posso tirá-lo quando quiser que volto a estar fértil. Mais: no centro de saúde a colocação é gratuita e um mês depois de pôres vais controlar se está bem posto numa ecografia. Não tem nada que saber...

    A verdade é que há mulheres que se dão muito bem com a pílula, outras que sofrem com o DIU porque ficam com o período mais abundante, outras que puseram o implante e têm hemorragias... acho que deves pensar bem antes de optar por um método mais a longo prazo (como o DIU ou o implante), porque se estiveres a pensar ter mais filhos não serão muito adequados. Não existe um método melhor que os outros todos... o método ideal depende de mulher para mulher.

    Bjs,
    Inês

    ResponderEliminar
  17. Pois... a última técnica é das que dói mais! :D
    Quanto a não engravidar por amamentar.. ora pois... quem anda à chuva molha-se!! Eu sou magrinha mas não consigo passar pelos intervalos da chuva, por isso... keep calm and carry on! Se vier que venha com saúdinha! (mas preferia que não viesse, sim senhor Deus? Obrigadinha!)
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  18. O Nuva Ring é mesmo muito simples. Utilizo há 6 anos e tenho duas filhas desejadas. Ainda dá para aderir a um sistema de msg em que lhe lembram de quando por e tirar! Do best

    ResponderEliminar
  19. Ola Rita;)
    Depois da segunda criança, decidi que não queria tomar mais a pilula. Tomei a decisão de colocar o Mirena. A minha ginecologista expicou me que era diferente do DIU, Coloquei á 1mês;) e ia apavorada porque diziam me coisas horriveis, que doia imenso a colocar..... Enfim.... A mim não me custou nada, sem anestesia local, foi impecavel, e vou 5f fazer uma eco para ver se esta tudo bem;)
    Na primeira semana ainda tive dores, dores suportaveis, tipo moinhas de vez em quando, e passado 1mes ja nem me lembro que o tenho.
    Penso que os proximos 5anos vao ser de descanso total;) a pilula para mim era uma rotina, que nem sempre era rotina, porque havia noites que me esquecia;) como voçê disse, nao engravidei pq nao calhou;)
    Mas ainda hoje todas as noites me lembro que tenho de tomar a pilula;) rotina de 13 anos nao se apaga em 1mês.
    No meu caso pessoal acho que tomei a decisão certa;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Tenho implante. Deram anestesia local. Nao doeu nada. Efeito secundario: spoting a dar para hemorragia. Mas ja tinha esse spoting com pilula. Amiga c adesivo já vai na 2 gravidez nao desejada. Esquece que tem de trocar.

    ResponderEliminar
  21. Já o uso mais ou menos há 2 anos, funciona na perfeição.

    Uma dica, no verão usas na zona do biquini!

    ResponderEliminar
  22. Eu continuo com a pílula de amamentação. Também não me apetece engravidar já, se acontecer será bem vindo, obviamente. :) Haja saúde!
    Nunca tinha pensado nesse assunto, fizeste-me pensar!
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Rita, 6 seis anos de anel vaginal e adorei!! Só parei quando quis engravidar!!! E os senhores até enviam SMS quando é para tirar e voltar a colocar!! ;) Prático! Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Rita, 6 seis anos de anel vaginal e adorei!! Só parei quando quis engravidar!!! E os senhores até enviam SMS quando é para tirar e voltar a colocar!! ;) Prático! Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Rita, 6 seis anos de anel vaginal e adorei!! Só parei quando quis engravidar!!! E os senhores até enviam SMS quando é para tirar e voltar a colocar!! ;) Prático! Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Ola eu tb ando no mesmo dilema e o que me aconselharam foi o anel que até tem um serviço de sms em que nós enviamos qd o introduzimos e dp avisam qd é para retirar, parece-me o melhor pk esta cabeça ja teve melhores dias.

    ResponderEliminar