menu-topo

E pronto!!!

sexta-feira, janeiro 11, 2013
Uma pessoa conta um episódio,
- que podia ter sido mais grave é verdade -
mas tenta dar a volta com humor para não desanimar,
 e tem de levar com um comentário desagradável.
1. Não entendo como é que quem não gosta do que lê
venha aqui e ainda se dê ao trabalho de comentar.
2. Não entendo que se ponha em causa o respeito de uma mãe pelos filhos
levianamente
3. Não entendo mesmo o comentário em geral
(Se estivesse preocupado/a com o senhor que caiu era a primeira a dar-lhe razão)
4. Uma pessoa que escreve isto ou não tem filhos
ou nunca foi ao supermercado com eles
5. Guerra é uma cena que não entra em nossa casa
5. (E o mais importante) Eu não "tenho de ter estes filhos para todo o sempre" 
Eu AMOOOO ter estes filhos e peço a Deus que seja para todo o sempre
6. Obrigada mas para isto é melhor não vir, com todo o respeito, claro!

Cá vai a pérola:
As crianças estavam a reagir a algo que talvez possa ser revisto. Se A descrição é lamentavelmente triste e mais parece que está a falar de uma guerra do que de uma relação de amor e confiança entre mãe e filhos.
Compreendo o tom cómico mas não lhe encontro piada. 
O senhor caiu uma vez e levantou-se. A mãe rerá que ter estes filhos para "todo o sempre" e talvez isso seja motivo sificiente para querer estabelecer com eles uma relação de parceria que torne as tarefas do dia a dia mais harmoniosas?
Começar por não escrever e pensar sobre as crianças de forma desrespeituosa pode ser um bom começo. 

29 comentários:

  1. Ó Rita, mas para quê dar tempo de antena? Esse comentário nem sequer faz sentido! Acho que não vale a pena perder (porque é mesmo perder) tempo com quem não interessa :-)

    Aproveito paa dizer que adoro "lê-la".

    Bjs

    Catarina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredite que quase nunca dou resposta e até apago, porque este blog não é mesmo para isto.
      Ah que giro sou de carne e osso e há dias em que os meus filhos vêm excitadíssimos da escola.
      Sei que não devo responder mas às vezes não dá!
      Obrigada pelo comentário querido.
      A sério!

      Eliminar
  2. Querida Rita, há pessoas que de facto são ótimas a gerir e a dar conselhos sobre a vida dos outros...
    Eu acho que saber rir de nós mesmos e sermos sinceros e genuínos como a Rita é algo de grande valor..continue o seu excelente trabalho. Eu passei por cenas semelhantes com as minhas filhas e piores, birras, cenas macacas, faz parte de ser mãe imperfeita e em permanente aprendizagem, o amor e a confiança nunca são postos em causa.eu adoro o seu blogue e revejo-me em muitas situações. ..um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida Teresa.
      Acho que este Post era facilmente entendido por qualquer mãe, mas enfim...
      Um enorme beijinho para si!

      Eliminar
  3. Aff, não perca tempo com esses "malas sem alças" (como se diz cá no Brasil), são pessoas q não nos acrescentam em nada e não sabem interpretar nada do q lê. beijinhos e ótimo fim de semana....
    Bianca.

    http://www.spiaggealecrimecia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grande beijinho Bia
      (E uma enorme inveja de estar no Rio!) :)))

      Eliminar
  4. Bom dia,
    É evidente que a ida ao supermercado com os miúdos é sempre uma aventura, às vezes corre bem outras vezes nem por isso, são crianças, ensinamos a serem educadas e a comportarem-se, mas mais uma vez repito, são crianças.
    Não têm botões para programar!
    Eu adoro ler este blog, principalmente porque, como mãe, me identifico com grande parte das situações que descreve e penso: "Ufa, não sou a única!"
    Não aprecio efectivamente pessoas que sobem a um pedestal e se julgam no direito de julgar. Se são perfeitas, com o devido respeito, não são normais.
    Parabéns pelo blog. Vou continuar a seguir com certeza!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é chamarem a uma coisa tão comum desrespeito.. É pura maldade!
      Um beijinho

      Eliminar
  5. Rita,

    Tenho 2 filhos e revejo-me nos seus posts! Aquilo que descreveu poderia ter sido uma das minhas idas ao supermercado...
    A minha mãe sempre utilizou uma expressão (que mete cães e caravanas), mas como posso ser mal interpretada nem a cito :-)

    Os incomodados que se retirem!

    Blog on....

    ResponderEliminar
  6. já agora acrescento que é muito fácil uma pessoa tecer críticas sem dar a cara... assim não se vêem os telhados de vidro que (sem sombra de dúvida) também tem...

    ResponderEliminar
  7. Ó Rita,se me permite..... nojento.
    É a única palavra que me ocorre.
    Sabemos,todos,que existe « GENTE POUCOCHINHO ».
    Mas,MUITO « poucochinho »,M-E-S-M-O.
    E que,seguramente,não teêm filhos.
    Nem bom-senso.
    Nem educação.
    Tenho uma cria,de 5 anos.
    Evito,na medida do que é possivel,não a levar às compras.
    Mas,também levo.
    E sim,já houve birras.
    E sim JÁ me irriteicom ela.
    Sou uma mãe normal.
    Que a amo acima de qualquer coisa.
    E que tal como disse a Rita... espero que me acompanhe para TODO o sempre.
    Um grande beijinho.
    Gosto muito de si.
    Como pessoa.Como todas nós. Com os nossos dias e com as nossas noites.
    E sabe ?
    Sofro do mesmo « mal »,que é « ter o coração demasiado perto da boca ».
    E dar a « glória » a essa GENTE POUCOCHINHA,de mostrar a minha indignação.
    E elas... A-D-O-R-A-M.
    Porque...objectivo conseguido.
    Um conselho do tipo « diz o roto ao nú »..... I-G-N-O-R-A-R.
    E SER MUITO FELIZ. COM AS SUAS CRIAS LINDAS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juro, juro que 99% das vezes ignoro..
      E se calhar devia ter feito neste 1%... Paciencia!
      Fica para a próxima!!;)
      Mil beijos

      Eliminar
  8. Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!! Eu não percebi nadinha do comentário! E a Rita ainda se dá ao trabalho de responder!? Só mesmo a Rita!
    Não ligue. Continue a nos presentear com as suas histórias pois é por elas que é sempre um gosto vir aqui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Teresinha Eheheheh
      Ja me fez rir!
      Sinceramente também não..
      Mil beijos e obrigada

      Eliminar
    2. Foi exactamente o que me aconteceu numa primeira leitura "Não entendi nada" eheheh
      Ritinha, avança querida, avança! Se quiseres pensar nisso só se for numa perspectiva de "eh pa, se não gosta porque é que continua a comer?" Portanto, continua que quem gosta, gosta mesmo :)
      bjs

      Eliminar
  9. Pronto, até adivinho de quem deve ser o comentário infeliz. Alguma "super-super-super-super" mãe (só super não chega) que tem uma relação tão espectacular com os filhos, que acha que tudo são rosas e amarelinho e passarinhos a cantar. Não há pachorra. Epá tenho visto gente tão má nesta blogosfera. Não se privam de dizer nada. E supostas mães de família. Duvido muito da sanidade mental das pessoas que vêm fazer comentários deste género. Tenho para mim que, se ela tem mesmo filhos, os pobres vão estar sentados no consultório do psicólogo antes dos 12 anos.

    ResponderEliminar
  10. Sinceramente estou chocada!Com esse comentário tão infeliz e de mau gosto.Na verdade, quando li os seus posts à cerca do sucedido, achei extraordinária a forma com descreveu esse incidente constrangedor e lamentável. Mostrou muita dignidade e ao mesmo tempo o que se passa na realidade, connosco mais de verdade, mães que se sujeitam a mil e um embaraços, constrangimentos, contratempos, eu sei lá...Achei fantástica não só a forma como escreveu, como a preocupação que demonstrou para com o senhor e o seu sentido de cidadania ao trazer o gel de banho a meio como diz ter trazido. Tudo isto só demonstra o quão correta a Rita deve ser como mãe e como pessoa .
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. Lamento o meu português meio baralhado mas é que estou à pressa para ir trabalhar e não queria deixar de comentar :) Beijocas

    ResponderEliminar
  12. Isto so pode ser comentario de alguem que nao tem filhos e nao faz a minima ideia de como sao as crianças... Enfim...
    Nao ligue que realmente nao vale a pena! Infelizmente tenho visto este tipo de comentarios infelizes em varios blogs, isto so mostra que existe muita gente mal intencionada e que so esta bem a chatear quem esta quietinho...

    Beijinho e bom fim de semana
    Maria Joao

    ResponderEliminar
  13. Rita, eu já levei com o carrinho das compras em cima, levo coisas que não queria e outras ficam para trás... Juro que os meus filhos são um espectáculo! E tenho a certeza que recordarei esses momentos para sempre (embora na altura seja difícil...). Só não percebo as pessoas mal dispostas. Custa muito dar uma gargalhada a um episódio caricato da vida de uma mãe???? Bjinhos. Sorte para si.

    ResponderEliminar
  14. Querida Rita,

    Um dia convido-a para ir comigo e com os meus 3 filhos (agora com 7,5 e 3)ao supermercado para se sentir melhor! Temos duas hipóteses: ou rimos, ou choramos... Eu opto por rir! E não estou minimamente preocupada com o que os outros possam pensar do comportamento dos meus queridos selvagens (que, diga-se de passagem, são bem comportados, mas são crianças!). Essa gente não tem mais nada que fazer.
    Ah, e já agora, não concordo consigo que este tipo de atividaddes não seja uma guerra. Olhe que é! E às vezes bem perigosa! lol
    Muitos beijinhos e obrigada pelo seu blog que adoro ler!
    Pilar

    ResponderEliminar
  15. HEI! Posso entrar?
    Eu percebo os comentários todos, mas não sei porquê parece-me que este comentário não era com malicia...desculpem, posso estar a ser inocente...
    Eu, se não acompanhasse o blog e tivesse tido um mau dia, se calhar pensava que podia dizer a uma Mãe como é que ela poderia lidar com esta situação sem estas peripécias todas... a Minha porta-se bem, mas é só uma! não sei, a leitura que eu faço é de alguém ( a da perola) que ja passou pelo mesmo ou com os Pais ou com os Filhos... será que não era familiar do senhor que caiu??? Desculpe Rita, tenho muita pena do que lhe aconteceu, mas achei a situação caricata. Há dias em que tudo acontece!!!
    um beijo
    Margarida

    ResponderEliminar
  16. Olá Rita, continue a escrever da mesma forma genuína que tem escrito, você é fantástica e esse comentário foi escrito por alguma invejosa(o), não perca tempo com essas pessoas...
    Li o post e gostei muito e antes de terminar o que realmente me estava a preocupar era o seu braço mas reparei que afinal o que mais a estava a preocupar era os seus filhos o o senhor que caiu...
    Os filhos são mesmo assim e quem não passou por algo semelhante?! Todas as mães e todas as crianças têm os seus dias menos bons :)
    Mil beijinhos desta amiga que gosta muito de aqui vir espreitar :)

    ResponderEliminar
  17. Ohh meu deus;) que gente sem nada para fazer , sem filhos de certeza.... Que gente invejosa e má...
    Continue Rita;) para nao nos sentirmos sozinhas nas nossas aventuras... Beijio

    ResponderEliminar
  18. Tás a gozar que te escreveram uma coisa dessas?????????????????????????????

    ResponderEliminar
  19. Rita
    Adoro ler o seu blog.
    Tenho uma filha com 2 anos e revejo-me imenso.
    Adorei aquele post, fartei-me de rir a ler e a reler.
    Só alguém com algumas frustrações não puderá achar engraçado.
    Continue como sempre que é assim que gostamos de si.

    Beijinhos

    ResponderEliminar