menu-topo

Diário de uma viagem...

terça-feira, abril 02, 2013
Viajar com crianças de 2 e 4 anos
- que de si não são calminhas -
é uma aventura!!!
As idas à casa de banho,
- P.S. Nunca os levem de jardineiras em viagem -
a espera,
o não dar para sair do avião a meio
(quem me dera!!!),
o estarem presos com cintos, ..
é todo um conceito que não entendem à primeira.
Para lá, uma estreia absoluta, foi uma odisseia.
Algumas birras e a nossa pouca experiência
nestas andanças pelos ares a 4, não ajudou.
Mas tudo em versão feliz, arrisco-me a dizer versão histérica...
Com ele principalmente!
A ida foi de manhã,
ou seja, pilhas carregadas ao máximo
e muita vontade de fazer coisas,
como correr, esparralharem-se no meio do chão,
e brincarem às escondidas,
o que não é nada aconselhável nestas alturas!
Para cá, já foi à tarde, o que permitiu algum descanso
graças ao computador e ao "Entrelaçados".
(Já não nos deixámos enganar!!!)
Mas podia ter sido muuuito pior.
Não houve dores de ouvidos.
Levámos caramelos e a chucha do boy também pode ter ajudado.
E também não houve medos. Acho que ele nem percebeu bem que estava no ar.
Aliás continua ainda agora a dizer que vai à Disney! (!?)
Ela numa parte não quis olhar para o chão... (Espero que não saia a mim!!!)
Por mais incrível que pareça foi talvez a vez que
mais me controlei e enfrentei o pânico,
porque não queria, de todo, passá-lo para eles!
Chegados à Disneyland Paris, assim que fechámos a boca de espanto,
fomos recebidos com imensos mimos
e encontrámos um mundo bem pensado,
feito à medida dos mais pequenos,
 o que é uma enorme ajuda para os crescidos.
Apesar de a Disney não brincar com a segurança
 - deve ser mesmo a única coisa que não é brincadeira ali -
a filosofia é que os pais são, à partida, os primeiros responsáveis pelos filhos.
Por isso, tire o cavalhinho da chuva quem pensa que pode
ir para lá descansar uns dias sem tomar conta das crias.
Não há pulseira - pelo menos eu não vi -
mas ao mínimo alerta o parque, pura e simplesmente, fecha.
Sem hipótese! E apesar de ser muitaaaa gente
nunca nos sentimos inseguros ou com algum receio.
Deixámos sempre o nosso carrinho à solta,
com coisas lá dentro e nada.
Não posso garantir a 100%,
mas na Disney parece-se que os únicos ladrões
só mesmo os das histórias.
Quanto ao transporte, nós levámos um carro de gémeos da Chicco
e foi a melhor coisa que fizemos.
Para mais crescidos, existem uns carrinhos que se alugam
e que são muito práticos porque evita-se o abre e fecha,
 mas que não saiem do parque.
Ou seja, ou apanham um transfer que funciona muito bem,
ou o vosso filho tem de se aguentar a pé,
ou às vossas cavalitas do e para o hotel.
O bom de levar carrinho é sobretudo
para as sestas e para o aeroporto.
Depois a qualquer sítio que vão está tudo
preparado para receber famílias.
Até as cadeirinhas de refeição apetece
trazer para casa.
São do Mickey, lindas!!!
A trela usei uma vez.
Estava sozinha com a girl e já me sentia cansada.
Usei na fila da Branca de Neve
onde havia imensos "anões" e tive medo de perder a minha.
Aliás as filas merecem um parágrafo!
São controladas, são organizadas,
todas as atracções têm o tempo de espera
 à entrada para evitar surpresas, mas são filas...
E fiquem desde já a saber que têm de esperar!
Também foi um processo.
No início, algumas birras e sem perceberem
porque não podiam ir logo andar no que queriam,
ao segundo dia já entraram na mecânica.
E acho mesmo que fez muito bem
a estas personalidades impacientes a espera.
Há sempre coisas boas a tirar!;)
Aliás, de lá só trouxemos coisas boas.
A companhia, o tratamento, a aventurua, o sonho,
a magia, magia, mas mesmo magia!!!!
Quem tiver mais dúvidas, lance o cabelo!!!
Dicas de mãe:
Se por vossa casa já há muitos fatos de princesas, piratas, etc, levem na mala.
As lojas são uma tentação e se puderem poupar nesta parte, melhor.
Principalmente as meninas andam todas à princesa
 e vão de certeza pedir-vos até à exaustão.
Até a mim me apetecia um fatinho daqueles!;)
É mesmo um mundo de perdição
e voltamos de lá com pena de não trazer mais coisas.
A outra dica é adquirem este livro de autógrafos.
As personagens assinam o nome e ha espaço para as fotos que se tiram com os bonecos preferidos.
Os nossos vêm um bocado pobres de assinaturas, mas carregados de imagens maravilhosas!!!

CENAS DOS PRÓXIMO POSTS
                      O Socorro! Sou mãe... também está no Facebook








3 comentários:

  1. Adorei a forma como descreveu a vossa viagem. Através das suas palavras e imagens arriscaria a dizer que esta viagem despertou na Rita uma pequena princesa que voltou a ser criança e que nestes dias viveu, intensamente, uma experiência magica :-)
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  2. Os meus filhotes têm a idade dos seus mas ainda nao me sinro com coragem para uma aventura dessas. Ha um ano atrás viajamos todos para ferias na praia e correu muito melhor do que esperei. Só faltou levar a disney atras para distrai los. Arrancava umas gargalhadas sempre que abria a mala deles ( com rodinhas, que eles podiam montar e empurrar com os pés). Lá dentro montes de brinquedos e livros. E viva os filmes e jogos para entrete los durante o voo:)

    ResponderEliminar