menu-topo

Desde o momento do "Meninos, cama!" até dormirem vai o Homem à lua.

sexta-feira, junho 21, 2013

O boy pede: Duarte quer ó-ó!
Ahhh Que ma-ra-vi-lha!
A ele não preciso dizer nada. Gosta de ir dormir - por enquanto -
e vê-se que às 21h está mesmo para lá de Bagdad.
Uma lebre está corrida, falta o desafio maior.
A rotina do "Dorme Maria!!!" começa a fazer história lá em casa!
Primeiro, andamos na conversa do "É o último, mãe!"
E "é o último" dá para tudo. O desenho animado é sempre o último,
até eu própria me baralhar com o conceito de último.
Mas dá para tudo. Doces, carrosséis, mergulhos na praia.
Depois disto, continua quando lhe peço para ir lavar os dentes e fazer xixi.
Vai e volta, sem dentes lavados ou xixi feito, umas 4 vezes.
Em versão barata tonta, fala, fala, fala. (Acho que nunca vi a minha filha calada.) Para dizer coisas, para buscar coisas, para fazer coisas. Até que largo (irritada) o que estou a fazer, - taaaaanto que ainda tenho para fazer - a sento na retrete e lhe ponho a pasta na escova.
O recado está dado! (Penso eu.) Resolve estas duas necessidades e vai na bisga a correr para o sofá da sala. Aqui já sinto quente nas orelhas.
Eu que já tinha ligado o chip para turn off custam-me mesmo este arranques de energia.
Lá vem o "Vou contar até 3!!!"... sete vezes.
Bem, vamos lá tentar a bem. Ao colo, com promessas, com ameaças, com chantagem.
Vale quase tudo a esta hora! Depois, já basicamente a espumar, enxoto-a até à cama.
E na cama são outros mil.
Quer uma história, mas com tantos últimos, ler duas linhas acabava comigo.
De certeza que cairia eu e ela ficaria a pular na cama sem a chata que a quer pôr a dormir.
Digo-lhe: "Se tivesses sido mais rápida dava tempo para a história, agora é muito tarde!"... Birra!
Depois vem o leitinho. E se lhe dei laranja ou melancia - pode ser mito mas não arrisco - e não o pode beber, .... Birra! Até que lhe grito: Maria, é a ÚLTIMA vez que te mando dormir.
(Epá - e eu nem gosto de dizer epá! - já estou doida!
Se o último dá para ela, então também dá para mim!)
Passa a birra com qualquer coisa que inventa na altura para escapar ao sono e oiço-a falar e até cantar até sei lá quando... Já nem sei ordenar as coisas cronologicamente tal é o cansaço.
Se a paciência fosse paga todas as mães eram milionárias.
Já pedi para não fazer a sesta na escola mas, ao fim de 3 dias, ela própria implorou para dormir.
Diz que me quer contar coisas de extrema urgência, tenta até às últimas (mais uma é a última) fugas espantosas... e eu com o ralenti nos mínimos num verdadeiro countdown. - E a rezar para ela não o acordar o santo, que está mais virado que um bacalhau no forno! -
A primeira é a sensação de que aquele despedir dos filmes é que é bom.
Depois, acabo por realizar que prefiro tudo aquilo, ao silêncio que fica naquela casa depois da fera adormecer.

O Socorro! Sou mãe... também está no Facebook




7 comentários:

  1. ;) Revejo-me totalmente! há dias melhores, mas normalmente a vossa história é mesma cá em casa...

    ResponderEliminar
  2. Deve ser das Marias!! Porque eu tenho uma em casa, e às vezes também me faz a mesma coisa!! E é sempre a primeira a acordar e a dizer: "Mãeeee já é dia!"
    Haja paciencia!! :))
    Bom fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ser mãe não é fácil! ;)

    Beijinhos;

    Aurea Sá

    P.s: Desafio a decorrer no Blog Receitas de Sedução.
    Desafio:"Arte e Qualidade com Frip!".

    Deixo o link do regulamento: http://receitasseducao.blogspot.pt/2013/06/desafio-arte-e-qualidade-com-frip.html

    Participe!

    ResponderEliminar
  4. Eu adormeço com o meu. Raro o dia em que isso não aconteça!

    ResponderEliminar
  5. Lol
    A minha é igual sem tirar nem por (e também é M...).
    E sim, já pedi (melhor, implorei) na escola para ela não dormir e dizem-me que é sempre a primeira a adormecer (obvio!).
    Já o mano (mais velho, 15 meses) é cópia do boy - pede para o deitarmos antes das 21h e fica ferradinho antes mesmo de eu sair do quarto (maravilha!).
    Têm ambos energia para "dar e vender", mas também não era preciso ser versão non-stop (e confesso que preciso mesmo do silêncio ao final do dia)

    ResponderEliminar
  6. Ai Rita,aqui é « mais do mesmo »....
    E com a agravante que, desde os 2 anos....deixou de dormir a sesta !!!!!
    Mas...mãe esquece depressa e,sim,aquele silêncio que fica é muito bom(ajuda a reorganizar os circuitos) por um lado mas,estranho,por outro.
    Beijiños
    . margarida .

    ResponderEliminar
  7. Cá por casa a história é idêntica, mas com duas pequenas diferenças:
    1 - ele é o mais velho
    2 - mais cedo ou mais tarde, o Boy também vai aprender a dançar essa dança!!!
    Falamos daqui a uns tempos ;)

    ResponderEliminar