menu-topo

Os meus filhos praticam bullying (comigo)

quinta-feira, fevereiro 20, 2014
Bullying (anglicismobullying, pronuncia-se AFI[ˈbʊljɪŋ]) é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bullytiranete ou valentão) ou grupo de indivíduos causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder.

Os meus filhos são uns amores. São mesmo! Sei que nos amamos de paixão e um dia longe uns dos outros já é caso para um drama. Mas como, todas as crianças, são uns tiranos. 
Primeiro lembrei-me das birras, dos insultos, de quando estão furiosos e me dizem que sou feia e que já não gostam de mim. (Aprendi que dizerem isto é bom, sinal de que confiam que estamos ali e que não vamos embora) Depois verifiquei como fazem chantagem e usam técnicas para me intimidar. 
Depois fui ler isto e concluí: Sou mesmo vítima de bullying!
Investiguei mais a fundo e pesquisei o que fazem os bullies. Está tudo aqui!!!
São várias as semelhanças com as várias técnicas de intimidação e humilhação para atormentar.
É só fazer certos e só não vê que os sinais estão lá quem não quer. 
  • insultar a vítima; (check)
  • interferir com a propriedade pessoal de uma pessoa, livros ou material escolar, roupas, etc, danificando-os. (Tanta coisa estragada lá por casa)
  • espalhar rumores negativos sobre a vítima;
  • depreciar a vítima sem qualquer motivo;
  • fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando-a para seguir as ordens;
  • colocar a vítima em situação problemática com alguém (geralmente, uma autoridade), ou conseguir uma ação disciplinar contra a vítima, por algo que ela não cometeu ou que foi exagerado pelo bully;
  • fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade ou qualquer outra inferioridade depreendida da qual o bully tenha tomado ciência;
  • isolamento social da vítima; (ahahahahah)
  • chantagem.
  • expressões ameaçadoras; (já vi tantas vezes, às vezes até rosnam!)
  • grafitagem depreciativa; (Provas aqui)
  • usar de sarcasmo evidente para se passar por amigo (para alguém de fora) enquanto assegura o controle e a posição em relação à vítima (isto ocorre com frequência logo após o bully avaliar que a pessoa é uma "vítima perfeita");
  • fazer que a vítima passe vergonha na frente de várias pessoas. (ler os vários posts aqui)
(A sorte é que ainda não usam redes sociais!) 
Não bate tudo certo?! 
Se quiserem formar um grupo digam: Os meus filhos praticam bullying (comigo)! ;)

Siga o Socorro! Sou mãe... e o Crush no Facebook e no Instagram

8 comentários:

  1. Ahahahah...
    Também me sinto vitima de Bullying todas as manhãs quando acordo o meu filho ( do meio ) para ir para a escola...
    Muito bom!

    ResponderEliminar
  2. Rita, já lhe disse que a adoro???!!!!
    Nem eu própria escreveria tão bem aquilo que sinto.... (risos)
    Ai os insultos quando estão furiosos e zangados e dizem que não são mais meus filhos que sou feia e que já não gostam de mim.... custa tanto relativizar... mas depois aprendemos (ainda que a muito custo e depois de ler mil e um artigos e livros hehehehe) que isto é bom sinal e de que estamos no bom caminho!
    Obrigada....
    Beijinhos
    Joana Russell

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahaha tão querida Joana!
      É mesmo! Dizem que é sinal que sabem que não os vamos abandonar, que nos podem dizer tudo que nós mesmo assim gostaremos deles.
      Um beijinho enorme e obrigada! <3

      Eliminar
  3. estou dentro! vamos formar esse grupo! ... mãe que é mãe sofre de bullying! a pior parte é quando ela diz: já não gosto mais de ti ...( amua) grita e diz : eu quero o papá!!......

    inês

    ResponderEliminar
  4. Ola gostava de pedir ajuda as mamãs para votarem no meu filhote que inscrevi no passatempo da Popota. É so mesmo clicar em VOTAR. com o vosso rápido gesto o meu filhote pode ganhar muitos brinquedos!
    Obrigada. Beijinhos
    http://popota.continente.pt/2013/passatempo/participacao/14-02-20_18-59-22-5306508a09882 thnks :)

    ResponderEliminar
  5. Eu acho que o tema Bullyng é demasiado sério para ser tratado como foi tratado neste blog. Eu espero que os seus filhos nunca sejam vitimas de bullyng ou que nunca o exercam para ninguém. É que é grave entende??? Não devia nem sequer fazer graça com isso, muito menos valorizar essas acções como se o bullyng fosse meia duvia de asneirolas!

    ResponderEliminar
  6. tento tds os dias ser a melhor mae,brinco,educo,ensino,disparato,torno.me criança como eles..mas jamais deixo que me insultem.Sou a mae,e o pai,é o pai.o respeito pelos mais velhos é algo que se vai perdendo e os pais ate teem medo dos meninos...detesto miudos mal educados que mandam a mae calar.se á frente de toda a gente e lhes chamam nomes como aqui é referido.os pais ainda acham piada..depois admiram-se que criam monstrinhos que insultam os professores.

    ResponderEliminar