menu-topo

A história da mãe que deixou de gritar.

terça-feira, abril 15, 2014
Deliciosa. 
[Estou quase... Na verdade odeio gritos. Ralho mas mais baixo]

3 comentários:

  1. Gostei tanto! também ando a praticar esta arte, uns dias sou melhor outros pior. :-)

    ResponderEliminar
  2. Que fotos giras. A praia com eles deve ter outro encanto.

    www.prontaevestida.com

    ResponderEliminar
  3. Adorei o texto....acho que não há uma unica mãe que não grite com os filhos, eu propria detesto gritos e sempre disse que jamais seria assim com os meus filhos, mas na verdade "já morri pela boca"! Em momentos de exaustão, extremo cansaço, doença, falta de tempo ou tempo contado....e depois dava por mim a odiar-me,a sentir-me a pior mãe do mundo! No entanto quando pedia desculpa á minha filha ela era do mais compreensivo e bondoso que pode haver, e as palavras dela ainda me faziam sentir mais culpada! Estou no mesmo caminho de correção e isso é o mais importante, a noção de querer ser uma melhor mãe não sendo perfeita, e principalmente aumentar o vinculo com a minha filha! Bjinhos

    ResponderEliminar