menu-topo

Ninguém quer casar comigo #2

terça-feira, abril 08, 2014
à cerca deste post, lá fui eu fazer a coisa mais acertada quando trememos em questões de educação {ou quando respondemos parvoíces}: informar-me!
Na maioria das vezes a resposta está lá. Mas noutras, apanham-nos mesmo de surpresa.
Por agora, a resposta ao casamento será: - digam se concordam - Quando fores mais crescida escolhes com quem queres casar. Por agora devias brincar e divertires-te com os teus amigos. (Ou qualquer coisa assim a combinar com o que aprendi na minha leitura...)
Mesmo assim, e porque se vai repetir de certeza, vou decorar estes passinhos que recolhi.

Como responder sem medos às perguntas das crianças?
1. Esteja super segura da informação ( se não, ganhe tempo)
2. A verdade acima de tudo, mas sem os traumatizar para sempre
3. Escolha exemplos, comparações.
4. Isso rápido. Seja curta. Uma explicação muito longa já era.
5. Não há questões para rapazes ou para raparigas. O tabu não ajuda em nada.
6. Encoraje a pesquisa e a curiosidade. Livros, natureza, e para os mais velhos o Google (com controlo parental).
7. Devagarinho. Nos temas mais difíceis como a morte e o sexo não deve esparramar logo toda a informação. É demais para a processar. Vá explicando aos poucos.
8. Oiça bem. Às vezes eles estão a perguntar algo super simples e nós complicamos. (Ou dizemos demais e eles ficam de boca aberta a olhar para nós)
9. Permita o diálogo e a argumentação
10.  Cole isto na porta do frigorífico

Siga o Socorro! Sou mãe... e o Crush no Facebook e no Instagram



1 comentário:

  1. Querida Rita, as saudades que tenho de quando elas me faziam essas perguntas ( era cada uma que eu nem sabia para onde me virar...) hoje já perguntam pouco...pois acham que sabem tudo...beijos

    ResponderEliminar