menu-topo

O acordar. [sem eles]

segunda-feira, junho 30, 2014
Acordo às 5h30 da manhã, entro no trabalho uma hora depois. Nunca os vejo. Nunca os visto, não lhes dou o pequeno-almoço, não ponho ganchinhos à girl, ou dou os parabéns ao boy por ter dormido sem fralda.
Todos os dias custa. E penso sempre no privilégio que tenho por ir buscá-los cedo.
Hoje foi pior. A girl acordou e a chorar perguntou-me: Porque é que a mãe tem de ir sempre trabalhar de noite? Eu quero a mãe!
E aí confesso que pensei mil vezes não ir. Largar tudo, esquecer tudo e ficar. Para os abraçar, para nunca mais largar.







1 comentário:

  1. O que isso custa!!!!!! Eu sei bem! A mim custava-me não a poder ir buscar ao colégio.... só a podia ir buscar a casa da Avó lá pelas 20h.... No fim de contas passava com ela apenas 2h por dia!!!

    Foi por tudo isso, e pela falta que o Pai lhe fazia, que larguei tudo em Portugal e vim para Angola!!!! Aqui consigo gerir muito melhor o tempo e sou eu que a deixo no colégio e a vou buscar todos os dias!!!

    ResponderEliminar