menu-topo

Ser feliz.

quinta-feira, janeiro 29, 2015

"I am determined to be cheerful and happy in whatever situation I may find myself. For I have learned that the greater part of our misery or unhappiness is determined not by our circumstance but by our disposition."


Tenho a sorte da vida em adormecer com um problema e acordar no dia seguinte forte e de lágrimas enxutas. Talvez seja isso. Talvez seja por isso que riu muito mais que choro.. Choro muito quando tenho de chorar mas nunca deixo que a tristeza me vença. Procuro as boas memórias. Guardo o bom. Resolvo o passado e avanço. 
Vendo bem a minha vida, podia ser armagurada. Já perdi muitos que adorava, nem sempre consegui o que quis... Mas tantos milagres aconteceram comigo que cada dia é uma benção {e uma sorte também} por estar aqui e por ter aqui tantos que adoro.
Há quem nasça para ser feliz, com muito ou com pouco. Bem como o inverso. Há quem tenha de se esforçar muito ou nada. Há pessoas que têm tudo para ser felizes e não o são.
Deve haver um gene que dita os graus de felicidade e de como se encara o percurso.
Um dia disseram-me que a felicidade não existe. Que existem apenas momentos felizes. Para mim, é exatamente o oposto. Sou feliz, por natureza, mas interrompida por momentos menos bons. E quando acho que estou mal, olho para o mundo e vejo que realmente é uma ousadia não dar valor. 
Há que pôr em prespectiva e avançar. Há sempre uma história mais triste que a nossa, muito mais triste que a nossa.
 Guardar o que é bom, largar o que é mau.
Ser feliz não é condição. É obrigatório.
Bom dia!

6 comentários:

  1. Que post tão bonito Rita. Também penso assim, só temos uma vida, há que vivê-la bem :*

    ResponderEliminar
  2. Penso assim a vida essa temos de aproveitar e ver as coisas boas mesmo quando estamos menos bem :)

    ResponderEliminar