menu-topo

Bruce/Caitlyn

terça-feira, junho 02, 2015
Eu amava o Bruce. Agora já não vejo muito mas há uns anos adorava ver as Kardashians, confesso.
- Toda a gente tem as suas coisas né? - 
Sempre o adorei. Era o mais sensato, calmo e sempre bem. Punha-se sempre em último lugar. 
Quando ouvi os boatos achei que estavam doidos os americanos e aqueles tablóides e paparazzis completamente psico. Até que veio A entrevista.
Vi duas vezes para acreditar. 
Não para acreditar que ele se sentia mesmo uma mulher. Mas para registar a coragem desta pessoa. Aconselho toda a gente a ver e a apaixonar-se por esta alma.
Ainda bem que deixou de vir em último e pensou em si pela primeira vez.
Para além desta mega lição de vida, estou para lá de surpreendida com os portugueses que pensei que o/a - e é a última vez que faço isto - iam aniquilar.
Não! A maioria super comovida e a admirar esta mulher presa num corpo errado. 
Mudou a minha mentalidade e acho que fez isto com muito mais gente.
Que bom pessoas assim. Sejam homens ou mulheres.
Viver em verdade. É isso que interessa!
P.S. Sabem o filho mais velho dele e a mulher? São para mim um dos casais que mais me inspiram. Procurem no instagram. Leah e Brandon Jenner.

4 comentários:

  1. Tal como eu! Tinha esse guilty pleasure, que era ver as Kardashians e adorava o Bruce. Senti até "pena" dele, tantas vezes, de tão generoso que era. E continuo a gostar e a admirar mais ainda. Que grande lição.
    Um beijinho Rita.

    ResponderEliminar
  2. Adoro o Bruce pelas mesmas razões. Vejo desde sempre a serie e fico feliz por ela realmente ter nascido. Tudo agora faz mais sentido. De quando queriam que ele corta se o cabelo e ele chorou como uma mulher.
    Ele sempre foi incrível como pai. Amigo . marido e ser humano.
    Este é o momento de ele ser feliz.
    O filho e a mulher são maravilhosos.é ponderado e bondoso como o Bruce sempre foi. A Caitlyn também será Certamente.
    Bem vinda Caitlyn Jenner.
    Parabéns pela coragem Bruce.
    Parabéns pelo post Rita.
    Beijinhos
    Carolina Melo

    ResponderEliminar