menu-topo

A terceira gravidez aos 39 anos.

quarta-feira, fevereiro 10, 2016
Não me sinto com esta idade. A sério, alguém se enganou e contou mal o tempo. Não só a mim, mas a toda esta nova geração de "quase quarentonas". Somos muito mais infantis fisicamente que eram as nossas mães, não somos?! Deve ser a moda.
Mas vou-vos dizer que é de sonho voltar a engravidar com esta idade. Não há stresses, nem dramas, nem estamos ansiosas demais, nem preocupadas demais. 
Ao terceiro filho a serenidade dá-nos mais tempo para amar.
Claro que se eu fizesse tudo outra vez tinha mais filhos, mais cedo.
Quando disse ao meu médico que já não estava à espera de ter o terceiro livro da grávida, ele a rir responde-me que ainda dá para mais um. :) [Se bem que uma quarta cesariana aos 40 e tal anos me pareça uma loucura.]
Esta gravidez, para além de ter sido a maior alegria dos últimos tempos chegou em tempos conturbados. Talvez daí ter tido pouco tempo para me chorar.
Disse ao querido Dr. Fernando Cirurgião que queria fazer apenas o indispensável. Não houve cá amniocenteses, testes a isto ou aquilo, extra comum. Apesar da idade fiz tudo como se tivesse 20 anos. Não que não me interesse pelo que se passa nesta gravidez mas porque desde o dia que descobri já estava perdidamente apaixonada por esta bebé. 
Não vomitei, não enjoei, não engordei, não sofri. Tenho em mim toda a felicidade do mundo e, apesar da idade, foi de longe a minha melhor gravidez. Maravilhosa! De sonho mesmo.
Tirando o dia em que ela deu a volta, foi tudo bom. Até depois desse dia melhorei da ciática e o magnésio resolveu as contrações e cãibras que tinha. 
Já sei que tem de ser cesariana e até com esta já fiz as pazes e estou confiante que vou recuperar bem.
Depois de amanhã são 30 semanas. Quase de certeza que não chego às 40 e, por isso, já comecei a contagem decrescente. 
Tenho praticamente tudo pronto, lavado e engomado. Talvez cedo demais porque agora tenho de manter tudo intocável.
Deixei o saco da maternidade para fazer mais tarde para ter algo com que me entreter. Tenho a família preparada - e ansiosa - para a chegada da Madalena. Já montei gavetas, prateleiras, - porque é que fazemos sempre estas coisas quando estamos com mega barrigão???- continuei o meu #movimentodestralhar. [Não é possível uma família acumular tanta tralha...]
Quero ainda passar  fim de semana a sós com o meu marido antes do acontecimento. Mas basicamente estou completamente convencida de que a minha vida só vai melhorar. E ninguém me tira esta ideia com pessimismos do stress do terceiro.
Isto vai ser mágico. 

9 comentários:

  1. Que maravilha ler este blog. Fico muito mais em paz com a minha gravidez (é a segunda) mas estou a vive-la de uma forma muito ansiosa. Tenho uma bebé de quase dois anos que ainda precisa de muita atenção e, apesar desta segunda filha ser extremamente desejada e ter sido planeada, sinto que não estou a viver a gravidez em pleno. Bem... queremos sempre um pouco mais não é?

    ResponderEliminar
  2. Tão bonito,Rita !
    A chegada de um bebé é sempre uma bênção.
    Mas quando é assim como diz é.... mágico ( eu,tenho pena,mas a gravidez foi...chatinha.
    O ânimo era que....ia ter a minha bebé querida e por ela....tudo ! )
    Bjno &.... mindfulness

    . margarida .

    ResponderEliminar
  3. Ai Rita!! Assim só me dá para pensar no 3o!!! Bjs

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha!! Fico feliz pela sua (vossa) felicidade!
    Se a Madalena deu a volta, porque tem de fazer cesariana?

    Toda a felicidade do mundo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana. :)
      Porque fiz duas cesarianas e a terceira é raro arriscarem. ;)
      E como confio no meu médico faço como ele diz ;))
      Mil beijos

      Eliminar
  5. Tenho uma bebé de 4 meses, uma menina de pois de 2 rapazes que têm 6 e 9 anos. Aos 38 anos foi um presente de amor. Derretemo-nos todos os dias com a nossa princesa.
    É tão bom ter bebés.
    O meu marido que não oiça, mas eu ainda tinha mais um....

    ResponderEliminar
  6. Tão bom...
    Obrigada pela partilha continuação de tudo de bom. <3

    ResponderEliminar
  7. Sou mãe de três e só tenho uma coisa a dizer , se dois é tãoooooo BOM, três é simplesmente MARAVILHOSO!!!.
    O Amor multiplica-se, logo só pode ser sempre melhor! Certo? :D
    Ainda hei-de ir ao 4º...espero eu! E aí serei mãe de 37 ou 38 anos quem sabe. E sim, há de ser mágico ;).
    Muitas felicidades.
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Rita, é delicioso ler as suas palavras.
    Tenho um filho com 8 anos e uma bebé de 15 meses. Também ela não foi planeada (nasceu quando eu tinha 39), mas veio sem dúvida fazer-nos mais felizes.
    Se fizesse tudo outra vez, tinha tido os meus filhos mais cedo, tal como a Rita. Já tenho 40 anos, se fosse mais nova e as finanças permitissem teria o 3º, sem qualquer dúvida nem hesitação.

    Beijinho e que tudo continue a correr lindamente!
    Marlene

    ResponderEliminar