menu-topo

3,2,1... [Barriquei-me para deixar entrar o amor!] Feliz Natal a todos!

sexta-feira, dezembro 23, 2016
Já tudo tratado, tudo quase embrulhado, tudo preparado.
Vou ligar as luzes de Natal, acender a lareira e baixar ao ritmo do LED.
É hora para ficar em casa, cheia de lãs e abraços, e deixar o espírito entrar como alguém que nos recebe com uma caneca de chá quente. 
Nestes preparativos é difícil encontrar a paz no meio da confusão. Mas agora é focar-me, fechar-me, e aproveitar estes dias em família. Ver a minha bebé espantada com tanto movimento e os manos extasiados com tanta magia. 
Estou a tentar dar pouca confiança ao consumismo, ao supérfulo, ao que se apaga ao ritmo de uma vela, e não deixa nada, e dar mais atenção ao tempo. Não o deixar consumir pela cadência das corridas que a vida nos prega.
 O tempo mágico que nos traz o Natal. Esse que se sente de vez em quando e nos faz lembrar quando éramos crianças. Aquilo que descobrimos depois no olhar dos nossos filhos.  Quando tudo brilha e comove. 
Espero que tenham o melhor Natal de sempre ao lado de quem mais gostam. Desejo que tenham tudo, mesmo tudo, o que pediram. Com saúde e amor, [e como costumo dizer, se nos sobrar dinheiro ao fim do mês já é maravilhoso].  Lembrarmo-nos sempre que a felicidade está à nossa frente e que não a podemos deixar escapar. Que, com jeitinho, temos tudo para a agarrar. Que nos nossos filhos está a força que buscamos, mas que é em nós que está o motor. Imparável, reciclável, imensurável. 
Parabéns às mães. São um orgulho. 
 E obrigada por estarem sempre aí. Para mim vocês são um dos meus melhores presentes.
Mil beijos.
Feliz Natal. 



3 comentários: