menu-topo

Fui à Google aprender coisas sobre perigos e passwords.

sexta-feira, maio 12, 2017

E aqui estou para as passar, tim tim por tim tim [é muito ridículo escrever esta expressão].
Querem proteger os vossos filhos dos perigos da internet? E acham mesmo que a vossa password é segura?
Quanto tempo por exemplo acham que um hacker demoraria a descobrir a vossa password se ela tiver apenas 6 digítos minúsculos?
Se a vossa resposta foi 10 minutos acertaram na mouche!!!
Mas sabiam que se acrescentassem apenas mais dois digitos e uns forem em maíusculas e outros em minúsculos um hacker vai demorar 463 anos (que não tem) para a descobrir???
Ora, juntem lá uns asteriscos ou algo para lhes dificultar a vida, sim?;)
E se a vossa password é ''123456'', ''password'', ''12345678'', ''qwerty'' ou ''abc123'' fiquem já a saber que são as passwords mais usadas (e, por isso, "peanuts" para serem descobertas.)
Têm de ser mais criativas!!!
Também não devem usar a mesma password para diferentes plataformas. É chato (eu sei, eu sei..) mas cada rede que usam que sua deve ter a sua password específica.
Se os vossos filhos usam tablets ou computadores próprios e usam o Google ou o Youtube saibam que há uma forma de adequar a informação. A Pesquisa Segura pode ajudá-los a bloquear a visualização de imagens impróprias ou explícitas. Basta ir a definições ativar o modo seguro.

DICAS PARA MANTER A VOSSA FAMÍLIA PROTEGIDA ON-LINE
Para as crianças e adolescentes não há diferença entre a Internet e o resto da sua vida - não há diferença entre o on-line e offline.   
1- Conversem com a sua família sobre a segurança on-line
Estabeleçam regras e expectativas em torno da tecnologia e as consequências para um uso inapropriado. E mais importante, certifiquem-se que eles se sentem suficientemente confortáveis para perguntar sempre que sejam confrontados com decisões difíceis. Isto pode ajudar a vossa família a que sinta segura a explorar a internet e saiba a quem recorrer quando têm questões.
2- Utilizem a tecnologia em conjunto
Esta é uma boa forma de ensinar segurança on-line e cria oportunidades para falarem de temas relacionados com a segurança on-line com a sua família à medida que vão surgindo.   
3- Protejam palavras passe
Ajudem a vossa família a conhecer melhor como definir palavras passe seguras on-line. Relembrem-nos de não entregarem as suas palavras passe, exceptuando adultos de confiança como por exemplo o pai ou a mãe. Certifiquem-se que têm o hábito de fazerem logout das conta online quando utilizam computadores públicos na escola, num café ou numa biblioteca.
4- Utilizem as definições e controlos de partilha
Existem muitos websites para partilharem pensamentos, fotografias, vídeos, estados de espírito e muito mais. Muitos destes serviços proporcionam controlos e definições de privacidade que o ajudam a decidir quem pode ver o seu conteúdo mesmo antes de o publicarem. Falem com a vossa família sobre o que deve e o que não deve publicar publicamente. Ajudem-nos a respeitarem a privacidade dos outros mantendo privado os detalhes pessoais sobre a família ou dos amigos.  
5- Verifiquem as restrições de idade
Muitos serviços online - incluindo a Google - têm limites de idade limitando quem pode utilizar estes serviços. Por exemplo é necessário cumprir alguns requisitos de idade para se ter uma conta Google e alguns produtos estão limitados a maiores de 18 anos. Vejam sempre os termos de uso dos produtos antes de permitirem que os vossos filhos criem uma conta e sejam claros com os vossos com filhos quais os webistes e serviços que eles podem usar.
6- Ensinem a vossa família a comunicar responsável
Aqui está uma boa regra de ouro: se vocês jamais diriam algo em particular cara a cara não o façam por texto, e-mail, mensagem instantânea ou post como um comentário na página de alguém. Falem sobre como o que diz on-line pode afectar os sentimentos de outras pessoas.
7- Falem com outros adultos
Falem abertamente com os seus amigos e familiares, professores. outros pais e profissionais que trabalham com crianças podem ser uma grande ajuda para ajudá-lo, em especial caso se trate de uma área de tecnologia que não lhe é familiar.
8- Protejam a identidade e o computador
Utilizem software anti-virus e actualizem-o regularmente. Falem com a sua família sobre qual a informação que não deve ser divulgada on-line - telefones, morada, etc). Ensinem a família a não aceitar ou não abrir ficheiros anexados em e mails de fontes desconhecidas.
9- Ajustem-se à medida que a tecnologia evolui
Mantermo-nos seguros não é algo se faça apenas uma vez. A tecnologia evolui tal como as necessidades da sua família. Assegurem-se que mantém sempre uma diálogo constante. Vão conversando, refazendo, ajustando as regras regularmente e observando os progressos de cada um.

Espero que tenha sido útil.
Beijinhos e a partir deste momento vou estar desconectada.
(Mais ou menos desconectada. Porque quero ver o papa chegar e o Salvador Sobral a ganhar. Mas enfim, mas com os anos que tem a RTP podia fazer isto se fosse há 50 anos atrás. ) ;) 

Sem comentários:

Enviar um comentário