menu-topo

Natural

sábado, junho 24, 2017
Sempre achei que não poderia ter grande sucesso porque não sou das-que-acorda-impecável. 
[As grandes estrelas todas acordam, não é?!]
Isso e fazer diretos. Principalmente grávida. 
Mas não há uma apresentadora que vomite em direto? 
Lembro-me de estar de baixa na minha primeira gravidez a ver os programas da manhã, enquanto alternava com idas repentinas à retrete e pensava: nunca iria dar para eu estar ali. Por isso e por outras coisas mais, claro. ;)
Ora bem, o meu cabelo tem mil jeitos, muuuita tendência para ser seco, mas é fininho.  Ou seja, a combinação não é perfeita. [Nenhuma estrela tem o cabelo assim. ;)]
Mas se o alisarem ou trabalharem muito já não me sinto eu. 
Para mim ir ao cabeleireiro não é um grande prazer, é só mais uma obrigação que de vez em quando tenho de acrescentar à minha lista.. e saio sempre com a sensação que perdi ali imenso tempo.
E depois a primeira coisa que faço é despentear-me.
Nada em mim é fácil. Os olhos são descaídos e muito difíceis de maquilhar, só gosto de lápis e rímel, odeio batom (apesar de ter descoberto um que agora amo)... 
Não gosto de muitas cores mas podem abusar no lápis preto (em cima e em baixo) e no efeito esbatido à volta deles.
Depois de me maquilharem nunca gosto de me ver e, no final do trabalho ou do evento, tiro tudo menos dos olhos. 
Esqueço-me de usar cremes mas estou a melhorar. Roo as unhas.
E o meu perfume é água de colónia para bebés ou algo muito fresco. (Usei anos os CK be e one.)
Não tenho as medidas perfeitas, nem as proporções perfeitas, nem a paciência para ser perfeita. 
Nem sequer gosto de ser perfeita.
Não sou do tipo sensual. 
Odeio mostrar as pernas, os meus tornozelos incham, tenho poucas maminhas e não tenho uma cintura de vespa. Tenho celulite, derrames, sinais, cicatrizes, tenho rugas de felicidade.
Preciso de emagrecer, enrijecer, alongar,  só mais um bocadinho mas é sempre tudo com calma e sem stresses. E não me privo de um pãozinho quente com queijo ou de uma cervejinha fresca no verão.
A minha barriga não voltou ao lugar mas dali saíram as três coisas que mais me orgulho na vida. Como não amar a minha barriga?
Claro que é preciso algum esforço, se não era o desleixo total, mas para mim é sempre a pensar na saúde e não no exterior.
Uns dias sinto-me gira, outros dias sinto-me péssima e essa distância é ótima para me pôr à prova.
Gosto de me arranjar qb, mas tudo em versão clean e fresca.
Sou tão imperfeita que aprendi a amar-me com todas estas imperfeições e a não lhes dar toda essa importância. Não me levar tanto a sério, na beleza inclusivé.
Até porque se olhar para o lado e comparar com essas perfeições das revistas irei estar sempre aquém. E, por isso, há que ser forte para além do físico.
O que importa vem de dentro e é nisso que aplico todo o meu esforço. 
Podia mudar tudo em mim e não quero mudar uma pestana que seja.
Nem sempre me sinto perfeita mas também a vida é assim, e a fruta boa, e não é a que tem mais sabor?
E acredito sempre que com um grande sorriso ninguém vai perder tempo a reparar no resto, ou vai?

Jeans Mango
Fios Tous








14 comentários:

  1. Respostas
    1. Que querida Joana! É dos seus olhos. ;)) ❤

      Eliminar
  2. Finalmente alguém normal! E muito bonita 🙂

    ResponderEliminar
  3. Revi-me neste texto!
    (temos que deixar as unhas...ASAP!)
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Tenho 20 anos e acho-a muito gira!tem beleza natural e um brilho nos olhos que vale muito mais do que qualquer maquilhagem! Costumo ver os seus stories, cheios de vida! Espero daqui ha uns sentir-me jovem e alegre como você. Um beijinho, Ana.

    ResponderEliminar
  5. Para mim a mummy blogger mais gira da blogosfera, por dentro e por fora.
    Muitos parabéns por mais um texto que nos mostra o que realmente importa nesta vida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Igual por aqui! Até consigo ir mais além, mas não me apetece! O que me enche o coração são as pessoas e a diferença que posso fazer na vida dos outros e eles na minha!!!

    ResponderEliminar
  7. Querida Rita ! acho-a linda !! e uma pessoa extraordinária.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Revejo-me tanto, mas tanto neste texto. Completamente e cada vez mais. :) Muito obrigado. :)

    ResponderEliminar
  9. Admiro-a muito, não só mas, principalmente, por ter feito o que sonho há anos: dar um pontapé na profissão que não a fazia feliz! Admiro a forma como educa os seus filhos, educa-os sem se esquecer da parte mais importante: deixa-os serem crianças! E admiro-a pela forma extraordinária como é, sabe ser sem fingimentos, manias, grandezas!

    (a parte deste texto em que diz que apenas usa lápis nos olhos, na minha opinião não devia colocar)

    Sónia Barreto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Sónia.
      Entendo o que diz, tem a ver com coerência certo? Mas o lápis é só em ocasiões especiais e para as fotos porque senão fico sem olhos. ;)))
      Obrigada pelas palavras tão queridas. ❤

      Eliminar
  10. Não, não tem a ver com incoerência. Apenas acho que a Rita é bonita e não necessita de colocar risco de lápis nos olhos. Carrega qualquer pessoa, não só a Rita. (não precisa de publicar, foi apenas para esclarecer o que escrevi.)

    Sónia Barreto

    ResponderEliminar