menu-topo

Manter o foco.

terça-feira, junho 06, 2017
As minhas manhãs melhoraram mas, nem por isso, a correria desapareceu.
Há sempre um que atrasa os outros, que faz birra, que não se veste ou não quer lavar os dentes. Que se distrai com um brinquedo, ou que sem eu perceber, liga os desenhos animados. 
A mesma correria, porque eles têm um horário para entrar na escola.
E, dei por mim, igual ao que estava antes da minha decisão de mudar a minha vida. De desacelerar, de respirar.
Ralhetes de última hora, tudo para dentro do carro, crescidos entregues na escola com mil advertências de que "amanhã" tinha de correr melhor, bebé entregue na creche ao colo, à pressa para ir mergulhar nos projectos, arrumar a casa, ou tratar de outra tarefa qualquer.
Até que me deu um clique e pensei: Não foi para isto que mudei de vida.
Então tirei a baby Madalena do carro e vim com ela pelo chão. Eu toda curvada (estão a ver quando eles ainda não sabem andar?!) e a passo de caracol. 
E foram os 10 minutos melhores dos últimos tempos. 
Ela ria e ria para todos com quem se cruzava, pessoas paravam para a observar. 
(Na verdade, olhei para o lado e percebi que andamos mesmo todos a correr e que os miúdos mais pequenos vêm sempre ao colo e os mais velhos a correr atrás da nossa pressa.)
Foi o momento!
E uma lição para mim.
Estava outra vez a perder o bom da vida. O viver devagar.


[Só um à parte: Senhores haters, a baby Madelena está toda suja nas fotos porque esteve a jardinar. Relaxem que isto não mata ninguém. Aliás, tavez devessem experimentar que é atividade que acalma uma pessoa.]

7 comentários:

  1. Adoro! Nem sempre é fácil manter o foco mas acredito que fazemos o melhor que podemos e sabemos, todos os dias. Beijo no teu coração

    ResponderEliminar
  2. Olá Rita.
    É verdade que andamos sempre cheios de pressa: despe, faz xixi, veste, lava os dentes, escolhe a história, cama...uf. Às vezes para ganharmos dois minutos de tempo, perdemos qualidade de vida. Também temos de aprender a respeitar o ritmo dos miúdos. Adaptar o nosso ao seu ritmo.
    Beijinhos
    MB

    ResponderEliminar
  3. Ė tão isso que se passa por aqui!! Olhar e pensar "não tenhas pressa" 💙 beijinhos Inês da MIM

    ResponderEliminar
  4. Ai rita, que inspiração! Tb tenho momentos desses, verdadeiras epifanias. estar consciente é meio caminho andado para mudar!

    PS - "Atão" mas os haters andam aí? que raça hein!!???

    ResponderEliminar
  5. Por aqui estamos para o mesmo. Mas são só duas (um ano e 3 anos). Quero viver mais devagar, estar mais presente no momento, aproveitar melhor todos os momentos com elas mas... o hábito e a velocidade que impomos a nós próprios tem muita força. Quando dou por mim já estou a apressar a mais velha. Bom... é preciso fazer um esforço consciente durante o dia todo até isto de "viver devagar" se tornar um hábito. :) Essa bebé é uma gostosa! Beijinhos

    ResponderEliminar