menu-topo

5 coisas que quero fazer diariamente por mim.

sábado, agosto 26, 2017
Não sei se há mais gente por aí como eu, mas este mês as minhas emoções andaram numa loucura total. 
Sou muito feliz com os meus filhos mas eles já me superam em número. E na equação do um para três {desde junho} saio praticamente sempre como a derrotada.
E não são só eles. É tanta a tarefa e decisões a tomar que há dias que já não digo coisa com coisa.
Nestas alturas paro para me voltar a centrar. Preciso de focar.
A pessoa que sou agora e a que quero ser? O que preciso? E o que não preciso? 
Então resolvi fazer uma lista das minhas maiores necessidades, para que ela também entre nos planos da família.
Sei que se eu estiver bem a minha família vai estar melhor. E o oposto também. 
Houve alturas que achei que era egoísmo pensar em mim. Hoje em dia acho que é egoísmo não pensar. E não tratar de mim. Do corpo e da mente.
Vou me matar para inserir isto na minha rotina. Mesmo que às vezes não possa cumprir sei que há algo que falhei e que não me posso, nem quero, me esquecer nunca: de mim!

5 coisas que têm obrigatoriamente de acontecer no meu dia
1. Uns minutos de silêncio (para dormir, para ler, para não fazer nada). Preciso de um bocado dessa jóia rara que é o silêncio e a paz.) Nem que seja fechada na casa de banho a tomar um banho de imersão.
2. Não misturar lazer e trabalho. Ter algum tempo para responder a mails e organizar a vida sem distrações. E vale o contrário também. 
3. Fazer algo pelo meu corpo. 5 minutos de alongamentos, de respirações, pendurada num corrimão. Qualquer coisa... Duas vezes por semana já vou à BodyConcept e, por isso, não me posso queixar muito. Mas já me inscrevi no ginásio e ainda não consegui ir lá. Não dá para tudo neste querido [e intenso] mês de agosto mas tenho de arranjar forma de me organizar para cuidar de mim. Ah e ver-me ao espelho. Há quanto tempo não faço isso tranquilamente!? Não pôr creme no corpo a despachar, ou não pôr de todo. A partir de hoje vou ter sempre uns minutos para pôr creme. Que básico e difícil.
4. Cuidar do ambiente. A minha casa e a desarrumação são muito importantes no meu bem estar mas também podem ser destabilizadoras se stresso muito com isto. Destralhar um bocadinho todos os dias, para não estar sempre a limpar, trazer coisas bonitas, arrumar com amor são muito importantes para o meu centro de gravidade. E nalguns dias não fazer nada. Só o básico. 
5. Falar com adultos, estar atenta às minhas relações. Ter conversas de crescidos, ler algo mais que histórias para adormecer. Ver uma boa série, um bom filme.  Investir em mim, espiritual e mentalmente.

Este post serve só para me lembrar de mim. Que é mesmo importante para que tudo funcione.

4 comentários:

  1. Tão eu... obrigada pelas suas palavras e inspiração!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Rita pelos seus posts!!! São verdadeiramente iluminadores. Não tenho 3 mas 2 filhos e mais um emprestado que é a minha irmã mais nova, ainda uma teenager, e vejo-me grega para implementar seja o que for para mim...aliás tenho até tirado mais do que acrescentado!!!! Vou-me lembrar sempre deste pequeno pormenor e começar já amanhã a exercitar a minha mente para melhorar o meu bem estar e assim também melhorar o de todos lá em casa. Obrigada e beijinhos de Macau

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Rita pelos seus posts!!! São verdadeiramente iluminadores. Não tenho 3 mas 2 filhos e mais um emprestado que é a minha irmã mais nova, ainda uma teenager, e vejo-me grega para implementar seja o que for para mim...aliás tenho até tirado mais do que acrescentado!!!! Vou-me lembrar sempre deste pequeno pormenor e começar já amanhã a exercitar a minha mente para melhorar o meu bem estar e assim também melhorar o de todos lá em casa. Obrigada e beijinhos de Macau

    ResponderEliminar
  4. Querida Rita, revejo - me tanto nas suas palavras, pensamentos, emoções. Passo o mesmo dilema.Não podemos esquecermos - nos de nós, por eles. E a Rita consegue o que muitas bloggers não conseguem ou não querem. Ser sincera, transparente, mostrar as dificuldades de ser mãe, mulher, profissional e saber lidar com elas. Parabéns pelo seu blog e pela sua transparência.

    ResponderEliminar