menu-topo

Escola Amiga da Criança. A vossa é?!

quinta-feira, maio 03, 2018
Os posts mais lidos e [comentados] deste blog são, assim de longe, as minhas queixas acerca da escola dos nossos tempos. As notas, os quadros de honra, a comida, as ameaças, as horas de descanso, os temos de intervalo, os tpc's.. Enfim. São algumas. ;)
O mundo mudou rapidamente e a escola, no geral, creio que não acompanhou.Sem querer parecer injusta para tanta gente que dá o litro pelas nossas crianças, acredito que já se vê uma onda de mudança, de modernidade, com vista à felicidade e ao bem estar. 
O mundo de hoje corre a uma velocidade incrível, os miúdos que já nascem de mochila às costas, cheios de informação e aptidões tecnológicas e a verdade é que a escola tem que acompanhar, mais do que nunca, esta evolução dos tempos. Quando escolhi as escolas da Maria e do Duarte e, mais tarde, da Madalena, confesso que me debati com alguns dilemas típicos de mãe: é uma escola com um ambiente saudável? É uma escola que lhes dá espaço para brincar e serem crianças? Será que vão estar atentos aos primeiros sinais de violência ou abuso? Será que vão estimulá-los com actividades criativas? Será que os vão ajudar e “obrigar” a superar-se, a serem mais e melhores? Até tive sorte mas podia não correr bem, porque muitas vezes não se pode escolher a escola. Não há outra opção. E ganha a que está mais perto, ou a mais barata.
Foi por isso que quando ouvi falar do projecto “Escola Amiga da Criança” foi-me impossível ficar indiferente.E se a escola dos nossos filhos tivesse um espaço de exercício de meditação e yoga que os ajuda a ser mais calmos, por exemplo? E se valorizássemos a qualidade dos espaços de recreio? E das salas de aula? E do tempo que o director de turma tem para receber a família? O “ranking de escolas alternativo” é uma ideia é do Eduardo Sá, apoiado pela CONFAP – Confederação Nacional de Associação de Pais e apadrinhado pela LeYa Educação, e é incrívelDa segurança, aos espaços de recreio e convívio, alimentação, higiene, ambiente, formação cívica, envolvimento da família e comunidade educativa até projectos extracurriculares verdadeiramente diferenciadores, o objectivo é contribuir para que a escola seja um espaço saudável e onde crianças se tornam jovens conscientes, enquanto brincam e se divertem.As escolas que concebem e concretizam diariamente ideias, contribuindo para um desenvolvimento feliz da criança, serão premiadas. Depois do repto nacional, preparam-se agora para atribuir o Selo Escola Amiga da Criança aos mais incríveis projectos desenvolvidos de Norte a Sul do país. Já são 800 candidaturas, imaginem...Mais do que conhecer a escola vencedora, quero que muitas se juntem a esta iniciativa e tornem o ensino muito mais rico e interessante. A competição pela bandeira Escola Amiga da Criança vai ser a “competição mais saudável do país". Uma certificação parecida com a das praias com “bandeira azul”, levando a que muitos dos aspetos que nunca são englobados nos rankings escolares passem a ter categorias autónomas de avaliação que contribuam para transformar a escola. Dia 10 de Maio vão ser conhecidos os projectos vencedores e algumas das mais extraordinárias ideias a concurso e dia 30 de Maio serão oficialmente feitas as distinções às escolas. Eu vou lá estar e contar-vos tudo!  Se quiserem saber mais sobre esta iniciativa, que quero muito que conte com uma 2ª edição, [vamos pedir muito muito muito?] basta consultarem o site: www.leyaeducacao.com/escolaamigadacrianca


1 comentário:

  1. Que iniciativa fabulosa! Há mais (e melhor) vida para além dos rankings com base em notas!!!Pena que só tenha tido conhecimento hoje....já não posso propor o Colégio do Centeio, em Setúbal, para a participação este ano. É muito bom ver projetos destes apadrinhados por gente que pode ter influência na mudança de mentalidades ao nível do poder central nesta área. Bem hajam!

    ResponderEliminar