menu-topo

1 português = 466 sacos plástico ao ano (Estão a gozar?)

segunda-feira, fevereiro 25, 2019
Há uma coisa que me deixa doida, furiosa até, que é quando me esqueço dos sacos do supermercado em casa. Fico doida. Primeiro porque tenho uma coleção de sacos parados em casa, muitas vezes no carro, depois porque me obriga a comprar mais um para juntar à coleção. 
Ultimamente a estratégia, se me esqueço, é diferente. Faço compras no carrinho, vou com o carrinho até ao carro, e as compras vão assim soltas na mala, até chegar a casa e ir buscar os sacos esquecidos. 
Acho que é mesmo uma das coisas que mais me irritam de momento. 
Sabiam que cada português utiliza, em média, 466 sacos de plástico por ano?
A estas pessoas eu queria só expressar a minha opinião de que tenho filhos, quero ter netos, e o mundo não aguenta. Porque se em média e se já algumas pessoas não utilizam, quer dizer que há muitas a usar muito mais do que este número. 
Queria mesmo que pensassem nisto e que lessem um bocadinho do que estamos, com o plástico e não só, a fazer ao planeta. Não quero vir para aqui dar lições de moral mas acredito que se se informarem do drama que é, com certeza vão mudar esses hábitos. 
Obviamente plástico é mau, e depois há plástico mau (que ainda se recicla) e péssimo (que não há nada a fazer.) E teríamos também de falar da importância da divisão do lixo, mas isso são outros quinhentos. 
Fiquei histérica de feliz quando o LIDL anunciou que ia acabar com a venda de sacos de plástico e passar sacos de papel em tamanho médio e grande, para além aqueles giros de ráfia, também. 
Por isso, um enorme passo para a humanidade, um gigantesco para o planeta. Estou feliz. Devagarinho vamos fazer deste um mundo melhor e mais preocupado com as gerações que aí vêm. 
5 Dicas para combater o plástico no nosso dia-a-dia
• Levar sacos que já temos sempre connosco, espalhar pelo carro, etc.
• Escolher embalagens reutilizáveis
• Preferir papel, cartão, vidro
• Apostar no granel
• Fazer detergentes e produtos de beleza caseiros
• Não comprar produtos de uso único 
• Fazer sumos em casa
• Se forem até à praia levem um saco (reutilizado lol) para apanharem o que por lá anda. Faço sempre isso com os meus filhos e é impressionante a quantidade que existe.

1 comentário:

  1. Possivelmente estão a ser contabilizados os sacos que embalam todos os artigos e os protegem até ao consumidor final.
    Por exemplo, quando compramos uma peça de roupa ela é embalada individualmente (maioritariamente das vezes), quando chega à loja é retida da embalagem e colocada exposta na prateleira/ montra, etc. depois quando a compramos ainda pode ou não ser colocada novamente num saco, que já não será o mesmo saco plástico transparente.
    E mesmo que o artigo esteja embalado em sacos de pano ou outro, não quer dizem que não tenha sido encaixotado em plástico, se se sujasse deixava de ser vendido. Ninguém quer comprar roupa suja.
    A mudança começa em todos nós. Querer saber como chegam até nós é muito importante.
    Suzana Silva

    ResponderEliminar