Eu às vezes tento dizer, tento escrever…

Tempo de leitura: < 1 minuto

aquilo que me vai na alma e ambiciono para educar os meus filhos.

Muitas vezes não vou muito longe porque vou arranjar lenha para me queimar aqui no blog. (E às vezes digo e queimo-me. Lá caiem umas “vozes” a dizer que estou a dar mimo a mais, ou que estou a criar possíveis insopurtáveis.) Mas depois há muitossss que me entendem!)
E por isso adoro quando ele chega, pensa e diz! Assim sem papas na língua.
E dá-me força e suporte para continuar a seguir este instinto que anda cá dentro.
Poderá idolatrar-se um pediatra? (Ou três? Contanto com o meu amigo Mario Cordeiro e dos meus filhos Celeste Barreto…)

6 thoughts on “Eu às vezes tento dizer, tento escrever…

  • Rita, acho que devia MESMO escrever e esquecer as opiniões discordantes! Não só no blog como em livro. 🙂 Sei do que fala porque também gosto e partilho a forma como ele pensa e diz! 🙂 Um beijinho

    • Tem que ser esse o princípio! Nem sempre consigo pôr em prática tudo o que quero fazer e quando não consigo, quase sufoco! Educar é o maior desafio das nossas vidas mas também o mais difícil e o que custa mais é, por vezes, a falta de paciência! Faz parte…! Sou mãe galinha, q.b.. E gosto! E é com amor que tudo se leva…não consigo ver outra forma de o fazer.
      Quanto à Rita… escreva, escreva, escreva! Ganhamos todos com isso! 🙂

  • Acho que se continuarmos a fazer e a dizer o que achamos ser o mais correto, o que nos vem do coração e da alma, nunca poderemos errar… educar um filho é das coisas mais difíceis que existe, por isso, como tudo o que é dificel, mais vale deixar acontecer, NATURALMENTE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *