Pergunta!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vocês dão muita importância à alcofa? Quanto tempo usaram? E usaram muito?

Isto porque adorei um carrinho cuja alcofa se transforma mais tarde em cadeirinha mas, enquanto alcofa, só pode ser utilizada nas rodas. Fiz-me entender? Ou seja, não funciona isolada do carrinho.
Por outro lado o carrinho é super prático e um terceiro filho não deve poder gozar muito a alcofa, certo?

Desculpem chatear mas passados quase 5 anos de ser mãe pela última vez acho que me esqueci de tudo. 

14 thoughts on “Pergunta!

  • Eu tenho uma da Jané, dá para colocar deitado ou sentado (é das inclináveis) e pode ser colocada no carro em qualquer das posições.
    Se quiser, empresto.
    Beijo

  • Eu nunca usei alcofa. O meu bebé, que tem agora 4 meses, tem um berço com rodinhas (adaptação feita pelo pai), o que me permite levá-lo por toda a casa, também usa a espreguiçadeira e o ovo/carrinho. Cheguei a usar o ovo no carrinho na casa de banho para conseguir tomar banho e não o perder de vista. Se tivesse um carro com alcofa teria dado muito uso mesmo dentro de casa. Na rua uso o PANO e andamos embrulhados um no outro!

  • Penso que foi o Dr Mário Cordeiro que disse que as mamãs esquecem tudo de uma gravidez para outra para que cada filho seja único (mesmo sendo o segundo, ou neste caso o terceiro). ☺

  • Da muito jeito… Um bebê muito pequeno sente conforto num espaço como a alcofa, criada mesmo para esse fim. Consegue usar os primeiros meses… Pode parecer desnecessário mas para dormirem bem e serenos torna-se muito útil… Eles merecem esses mimos e aconchego s.de

  • Olá Rita! No meu terceiro filho foi assim:

    -cama de grades desde os 0 meses

    -carrinho bengala da bebe confort desde os 0 meses. Com este terceiro filho é tudo tão pratico, simples e económico que dá vontade de ter mais 🙂

  • Alcofa daquelas rígidas e que fazem parte dos trios, para serem transportados com segurança na rua, não. Mas tive alcofa de verga (chamam-lhes Moisés) e gosto, mas mais por uma questão de mobilidade numa casa de três andares do que por outra coisa qualquer. Para esse efeito, para as sestas diárias do bebé, usei até bastante tarde, até eles se começarem a mexer e deixar de ser seguro estarem lá dentro (e aí passaram para o chão ou espreguiçadeira). Também posso emprestar, está forrada em rosa e branco e tudo! 😉

    Entretanto, há um livro ótimo para introdução à maternidade e que pode ser útil para mães de terceiro desmemoriadas, não sei se conhece, é o "Socorro! Sou mãe…"!! ;D)

  • Olá Rita! A alcofa que tive era de verga com um suporte em madeira com rodas, para andar na rua usei sempre o ovo, muito mais prático e seguro para levar no carro, aliás acho que alcofas para a rua são mesmo desaconselhadas por falta de segurança. Nos primeiros 3 meses a alcofa de verga deu-me imenso jeito, pois podia trabsportar a M. por toda a casa e serviu para a M. dormir nos primeiros meses, sempre junto à minha cama. Só a pasei para a cama de gardes quando fez 4 meses.
    Bjinhos e tudo a correr bem!

  • A mim deu muito jeito… não usei muito tempo, mas todas as saídas que tive, festas (casamentos!) e no ano que nasceu tive 3, deu me imenso jeito.. tinha o meu bebé recém nascido, ao pé de mim deitadinho na alcofa. Quando iamos jantar fora, ou em casa de amigos também a levava… era um descanso, era como te-lo sempre deitado numa caminha!estava descansada porque ele estava confortável! Em casa dormia numa alcofa lindaaa, antiga, com quase 40 anos! A do trio era só mesmo para sair…beijinhos e muitos parabéns 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *