Deixar ir.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Deixar ir é o meu novo lema de vida. 
Deixar ir o que não serve, o que não cabe, o que não presta, o que não traz felicidade. Nas coisas, nas pessoas, nas emoções. 
Há tanto para deixar ir. Deixar ir quando há esforço, tensão, mau estar. 
Como faz o mar de inverno ou a chuva. 
Para mim não é triste deixar ir porque sei que quando deixo ir volta muito mais. 
Quando deixamos ir libertamo-nos de muitas coisas menos boas. E, já sem ruídos, tralhas e más ondas podemos pôr toda a nossa atenção, tempo e foco no que realmente importa nesta vida. 
Este ano não vou pedir. Vou largar. Largar cada vez mais. 
E tudo o que ficar é o que merece e justifica estar. Não interessa andarmos agarrados [com unhas e dentes] ao que não nos faz bem, nem gastarmos as nossas forças com algo excedente. 
Não vai ficar melhor por isso. 
Muitas vezes é preciso até deixar ir para, às vezes, regressarmos mais completos. 🏋🏼‍♀️ #ritaacaminhode2018#movimentodestralhar

5 thoughts on “Deixar ir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *