Músicas com dedicatória

Tempo de leitura: 3 minutos

Um filho é, sem dúvida, uma fonte de inspiração.
Quando paramos para pensar
o que de mais importante fizemos na vida,
eles são, sem qualquer dúvida,
 a nossa grande obra prima.
Desse amor nascem maravilhas
como músicas e histórias assim:
 
 “Isn’t She Lovely” by Stevie Wonder

(O que dizer desta música?!)
Escrita para a filha Aisha
quando era recém-nascida
e que agora é cantora e acompanha o pai em tournés e gravações.
Esta aqui em baixo é que é a lovely!!!

 
 “Beautiful Boy” by John Lennon

Para o segundo filho Sean em 1980

 

 

“Flowers For Zoe” by Lenny Kravitz

 

Para a filha Zoe
do albúm “Mama Said” 1991.

«Tu és o meu maior prémio, linda e inteligente

que consigo ver a mulher que há dentro da minha criança

quando olho nos olhos da minha menininha.»

 

 

 “Glory” by Jay-Z 

 

Esta é mesmo fresquinha escrita para a filha que tem com Beyoncé
Blue Ivy.

 
 
“Wild Horses” by The Rolling Stones

Até as pedras ficam mais moles…
Para o Marlon com amor do pai Keith Richard.
(Adoro esta música… Faz-me lembrar os meus!)

 
 
“Tears in Heaven” by Eric Clapton

Só uma música poderia contar tristeza tão grande.

Guardo a história dela desde nova no coração.

Escrita para o Conor que caíu de um 53º andar com 4 anos.

 
 
“Forever Young” by Rod Stewart  
 
Um clássico!
Foram ‘gamadas’ ao Bob Dylan
e reescritas para os filhos Sean e Kimberley.

 
 
“Little Green” by Joni Mitchell
 
Não consigo ouvir sem me arrepiar.
Escrita para a filha que deu para adoção,
facto que guardou até 1994
(vinte e três anos depois do lançamento do disco).  
As duas encontraram-se mais tarde!

 
 
“Lullabye (Goodnight My Angel)” by Billy Joel
 
Para a filha Alexa Ray uma canção de embalar
que fala do que é ser pai
e de que é coisinha eterna.

 

 

“Ready, Set, Don’t Go” by Billy Ray Cyrus

 

 Antes da Miley (que vem de Smile) ser esta grande estrela,

o pai já sabia que, para ele, ela era o maior brilho do mundo!

Não quer que ela cresça (Ups!!! Essa já foi…)

e faz aqui uma viagem pela infância dela.

Giro!

 

 

 

“With Arms Wide Open” by Creed
 
Escrita quando o Scott Stapp soube que ía ser pai de Jagger.

 

 

 “Here For You” by Neil Young

 

Escrita para a filha quando estava a acabar o último ano de liceu.
 
 
 
 
«Adivinha quanto gosto de ti » by André Sardet

Para a filha Maria e a experiência da paternidade!

 

 

Ainda quero acrescentar muitas mais.

Que isto quando se tem filhos

tem-se rasgos muito mais fortes que antes!

 

Que nome davam à música que acompanhava este mergulho

que damos quando somos mães/pais?!

Fonte: Youtube

 

2 thoughts on “Músicas com dedicatória

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *