Cheira a quê, Lisboa???

Tempo de leitura: 2 minutos

Para além da Feira do Livro,
e da correria ao
 Pingo Doce
com a brilhante campanha de
«não comunicação»
houve mais uma situação
a chamar a minha atenção
este fim-de-semana.
 
 Não vivo na capital
– já vivi muitos anos –
mas fiquei chocada
com o lixo nas ruas.
Um feriado ou um domingo
são sinónimo de uma porcaria imensa
espalhada pelos passeios.

Não consegui perceber
se o mal é da recolha, das pessoas,
da falta de caixotes
Mas algo não está bem!!!
Um pouco, por aqui e por ali,
as ruas ganham cores e patrocínios
em sacos de plásticos variados
e todo o tipo de resíduos
que as casas produzem.

Cruzei-me por acaso com um turista
de máquina fotográfica
em punho e um olhar 
de choque.
Confesso que fiquei com vergonha,
 – não alheia porque
Portugal também é meu! –
e sei que esta imagem triste
ficou guardada
(para sempre!!!)
na memória visual
deste e de tantos outros
que nos visitam.

Lisboa parece um país de 3º mundo
nos dias de descanso.
Se eu vivesse aqui
não deixava os meus filhos
e/ou animais
passearem por aqui.

É mais que uma questão
de saúde pública!
É um caso de educação
e civismo!
Isto, sim, devia unir pessoas
e reivindicações
porque assim,
 Lisboa não cheira , de todo, bem
e também não fica nada bem nos retratos!
(imagens tiradas por mim para mais tarde recordar – in Lisboa)
 

2 thoughts on “Cheira a quê, Lisboa???

  • É terrível…lá em casa há dias marcados para o lixo indiferenciado, o que por uma lado é bom porque obriga à separação, mas por outro é péssimo, sobretudo nestes dias, em que o lixo já vai em acumulação e fica a decompor-se nas ruas..

  • Nas grandes cidades devia ser feito como nos EUA, dias marcados para recolha do lixo. E, quem colocar o lixo na rua fora desses dias estabelecidos, é multado. E acho muito bem! É uma questão de gestão!
    Bjs *.*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *