Rebéu béu, pardais ao ninho!

Tempo de leitura: 3 minutos

Chegámos ao ninho, pousámos e, agora,
é ver-nos levantar voo outra vez…
Regressou a rotina, deitar a horas certas,
saber em que dia vamos no calendário,
marcar 6h30 no despertador,
e tantas outras coisas que,
 ao fim de um mês,
já não sabia que existiam.
A mochila da girl foi o ”projecto”
mais refletido dos últimos tempos.
Já vos contei que adoro o regresso ás aulas
– como todas!!!-
mas não me lanço sem ter cordas seguras.
Logo, várias visitas online, dicas e algumas sugestões depois
foi este o resultado:

Desta vez fui sozinha.
As dúvidas eram tantas que achei melhor fazer a triagem by my one.
Maior liberdade, maior criatividade!
Bati vários sítios, em busca de uma original,
já que no ano passado era difícil descobrir qual
a Hello Kitty que nos pertencia.
Mas sempre com a ideia de levar a ”killer one” para a girl.
O melhor de tudo?!
Nesta compra recebia-se o valor de 50%
a descontar na próxima vez que
visitemos aqui!
Ideias para ‘A MOCHILA PERFEITA’:
1. Troley com alças!
Não se deixem levar pelos preços mais baratos
das mochilas simples porque o barato sai caro.
Esta opção dá para os dois mundos.
Tanto para pôr às costas,
– por pouco tempo e quando eles já têm corpinho para isso –
como para carregar pelo chão
e não sobrecarregar a coluna dos nossos pequenos.
( A sério que isso paga-se mais tarde,
principalmente, os babys que já vão para a primária e
levam aquela montanha de livros.)
2. Ouvir as preferências.
No nosso caso foram as princesas,
– Que menina não gosta?! –
com brilhantes e muito cor-de-rosa a acompanhar.
(Kitsch Chic para elas e nestas idades nunca é demais!)
3. Ter em conta o espaço que se necessita.
Não há nada pior que mini-sacos com tudo a cair
e a sair por fora. Até porque quando eles são pequenos
quem as carrega, na verdade, somos nós.
O resultado:
Não desiludi! Yes!
Até pôs as mãos à cabeça quando se deparou com a RELÍQUIA!
 A do boy é repetida!
Shame on me!!! –
Estava praticamente a estrear porque, o ano passado,
usámos uma mais pequena.
Este ano, mais forte e crescido,
já aguenta se aguenta com um troley
que leva fraldas, uma muda e sabe-se lá quantos brinquedos,
com um menino skater
e jeito radical e até rebelde.
Adorou!
 Levei a girl ao cinema.
 – Promessa de férias!!! – 

Ainda não foi desta que vimos em 3D.
Estou a evitar com medo que não aguente os óculos tanto tempo.
Resumo do Madagáscar 3:
Proporção de gargalhadas é de 5 para 1.
5 são as dos adultos, uma das crianças.
A acção acontece com uma rapidez alucinante,
 mete assaltos ao Papa, pronúncia Italiana, cenas de filmes de crescidos,
traumas de animais em cativeiro,
 romance e todo um conjunto de situações que, a eles, lhes passa ao lado.
Mas a nós, não!
A artilharia obrigatória que se leva para a sala

 está cada vez mais pesada.
 Pipocas, sumos, óculos 3D.
(E quando os nossos filhos falam tão algo quanto as personagens
em momentos de silêncio
e um pouco por aqui e por ali se ouvem chiuuussss!!!  
de pais envergonhados mas derretidos com as perguntas cómicas?!)
Uma ida familiar ao cinema pesa no orçamento.
Fazendo as contas a tudo,  
uma vez por mês é suficiente  
para se fazer a festa.

Adorei esta terceira aventura,
fraquinho gigante pela girafa Melman
com voz – tão bem escolhida!!! –
do Bruno Nogueira.

Se bem que no filme 2,
somos todos viciados nesta cena,
uma das melhores do mundo da animação,
eleição da Família Ferro Alvim.
– A qualidade não é a melhor dá para terem uma ideia!-

E foi assim que nos despedimos de umas férias over the top

com direito a tudo. E mais alguma coisinha!

Bye bye summer! 

P.S. O livro vai sortear um miminho para o regresso às aulas!

 

 

2 thoughts on “Rebéu béu, pardais ao ninho!

  • Aqui deixo uma dica às mães… A Dreamy World é um óptimo sítio para comprar presentes de anos. Descobri isso este verão. Achei que tudo era caríssimo mas há imensas coisas até cinco euros e a verdade é que fazem um sucesso como presente. Depois fazem uns saldos óptimos onde nos podemos abastecer para as inúmeras festas. Comprei lá chinelos de praia da Minnie e da Margarida, das Princesas imagine-se por três euros e duram um verão inteiro e mais além! 🙂 Vale mesmo a pena!

    bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *