Novidades aldeia da roupa…

Tempo de leitura: 2 minutos

branca encardida!
Nunca tentar isto em casa!!!
Lavar roupa à mão está tanto para os nossos dias como pôr azeite no cabelo.
Pode ser mais saudável, mais ecológico, mais económico, mais o que quiserem, mas dá trabalho e a nossa vida já não é o que era.
A parte do lavar – apesar de não ter tábua, ficar sem verniz nas unhas e umas valentes dores de costas e joelhos – ainda é o menos. ( E torcer a roupa… Uiiiiii)
O problema grave é que por mais que esfregue parece que as nódoas não saiem. Na roupa escura ainda vá que não vá, que não se vê – o nojo! – agora… a branca não mente e a nossa falta de jeito, tempo e pulso fica lá toda marcadinha.
Foram duas longas tranches de branca e cores. Uma antes de ir buscar as feras à escola, a outra com feras em casa… E uma diferença abismal da disponibilidade entre ambas.
Para não falar que me desarrumaram a casa toda e me fecharam ao frio no pátio.
Agora é pegar na porcaria que fiz e meter na máquina (emprestada, Self service, roubada, whatever)…
E perguntam-me vocês – com todo o direito – porque me enfiei deliberadamente nesta loucura!?
Ora que levar 16 dias de roupa de uma família de 4, activos e que gostam de se espojar com frequência em vários tipos de chão (estou a falar das crianças!) não me pareceu uma coisa simpática, barata e fácil… E na minha zona ainda não há desses milagres à filme americano que – estou já a avisar-te EDP – se chegar, penso seriamente aderir!
Vai daí a la manita pareceu-me a melhor opção…
(Para a próxima a minha mãe querida que se aguente à bronca ou nem que faça quilómetros!)
Para se voltar a 1900 e troca o passo, só nas mesmas condições.
Ou vivíamos todas a cantar à beira rio, a fofocar da vida alheia, os filhos andavam na rua à solta ao Deus dará e as mulheres eram tantas que pareciam cair das arvores… Ou então que venha o trabalho no escritório, a falta de ajuda e muitas máquinas à nossa volta.
Os dois é que não, obrigadinha!

5 thoughts on “Novidades aldeia da roupa…

  • ahahahahah peço desculpa não estou a gozar …
    adorei a descrição da fabulosa odisseia qual Eça …….

    eu fique sem maquina em novembro " familia activa " tb metia
    tudo em sacos e fiz um contrato com uma engomadoria que tb lavava
    e entregava em casa tudo impecavel …..e não era caro….

    bjns
    Raquel

  • Rita nao sei se poderá ser mais uma opçao mas em Entrecampos em frente ao ISCTE tem uma lavandaria self service onde pode lavar e secar a sua roupa!

  • Não gosto de lavar à mão, mas mesmo com máquina de lavar roupa a funcionar, há cuidados a ter com a roupa, senão não dura! Ora bem, podia dissertar sobre este tema, não porque me acho mais esperta que a média das mulheres, mas porque além de ter amor à roupa que gosto, sou forreta! mas sinceramente, é porque tenho uma megamãe (daquelas super mulheres, que trabalhava, tratava de duas filhas, cozinhava e tinha tempo para fazer-lhes uns vestidos e andar sempre bem arranjada) que ao longo dos anos me foi formando e sempre cusquei e fiz experiências… Deixo só dois exemplos de roupa que não deve ir a mais de 30º e que tem de ser lavada (parcialmente) antes de ir para a máquina: as meias calças claras das meninas – aqueles joelhos encardidérrimos não se lavam sozinhos na máquina e as camisas – deles e nossas… punhos e colarinhos! Ensaboar e deixar de molho antes de colocar na máquina… sim, porque como diz a minha mãe: "A máquina não tem mãozinhas para ir esfregar nem sabe onde esfregar!"
    E já agora, posso parecer que tenho 70 anos, mas não, fiz 40 há pouco: ponho roupa a corar! sim, aqueles joelhos que falei há pouco… se há nódoa que resiste a corar ao sol com sabão clarim… é porque não sai MESMO! (não posso usar líxívia em qualquer roupa, OK?)
    Posto isto Rita, é uma questão de jeito, mas sinceramente, o jeito ganha-se com tempo e nós temos coisas mais interessantes para fazer com esse tempo do que estar a esfregar roupa no tanque ou na banheira (já contei a minha aventura de "férias" de 2 semanas no post anterior). Por exemplo: brincar com os miúdos e fazê-los sujar mais roupa! Ou ver um filme, nem que seja aos bocados 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *