Sei que não preciso de dar explicações….

Tempo de leitura: 2 minutos
[e pensei muito se devia ou não escrever este post] porque quem nos segue vem sempre aqui. Mas por respeito, amizade, e porque me perguntaram tanto, faço-o com um enorme gosto. 
Lancei um livro há 4 anos, que amo de paixão, e que foi de tantas mães um bocadinho e isso deixa-me tão feliz que nunca poderão imaginar.
Alimentei o facebook do Socorro diariamente, primeiro porque queria ouvir quem me leu, depois porque fiz amigas pelo caminho.
A página foi crescendo e de repente dei por mim com 300 mil e tal likes e uma falta de controlo enorme.  [Também dei por mim com filhos mais crescidos e que já não podia nem queria expôr tanto].
Nunca procurei likes só para encher o olho. Nem sequer algum dia pensei que o Socorro e este blog se tornassem o que se tornaram.  Quis pensar cada clique com uma cara atrás, mas ultimamente isso tornou-se impossível. 
Depois chegou este ano – e agora que nem facebook pessoal tenho – decidi que quero viver diferente.
Deixar de ver o mundo e a vida dos que me estão próximos pelo computador para passar a ligar mais, a marcar coisas… 
A deixar de ver o que se vende, o que se compra, o que se aconselha, para experimentar eu, ler mais, ouvir mais música, fazer mais DIY em casa, receber pessoas, gozar ainda mais os meus filhos, viajar com o meu marido, aproveitar os meus pais, sentir a natureza, estar em silêncio, atenta e presente nas emoções e na vida dos que gosto. 
Quero melhorar muito na fotografia e continuar a cruzar-me com pessoas maravilhosas como tem sido até aqui. Quero continuar a escrever – talvez já não um Socorro que foi One of a kind – mas algo com que nos identifiquemos nesta fase, até porque desde aí só o tema maternidade, a meu ver já está quase esgotado e não faltam sítios sobre ela. Sempre com a minha querida Presença
Haverá novidades, bem como na fotografia que entrou na minha vida também por aqui, pelas fotos que tirava aos meus filhos e, por isso, nunca  deixarei este blog. 
Mas ele tem de ser o meu espelho. 
Foi-se o Facebook do Socorro , subtraí 305 mil mas se estão a ler isto já estou feliz.  Continuo aqui, no diário, ou quase, da minha vida. Os que virão será porque gostam deste cantinho [ou porque se distraíram e ainda não perceberam que o outro já não existe;)]. Terão caras e nomes, trarão comentários, críticas e elogios… Farão de mim uma pessoa melhor.
E sei mesmo, que quem eu quero, vai entender esta mudança e continuar a viagem aqui no blog,
 e neste pequenino [mas muito mais descansado] aqui.

19 thoughts on “Sei que não preciso de dar explicações….

  • Bom dia, Rita! Todos os dias leio o seu blog, apesar de só ter comentado uma ou duas vezes, mas sou fiel leitora diária. Vai privatizar este? Ui, espero bem que não!!! Gosto de aqui vir, ler sobre os seus filhos, o Buddy, ver as fotos e gosto, particularmente, da maneira descontraída como vive a sua vida. Um beijinho muito grande, Célia

  • Bom dia!

    A vida tem destas coisas, mudanças que a meu ver são sempre boas, ajudam-nos a ver as coisas com outros olhos e a reagir ás adversidades com mais clareza e desapego.
    Só o facto de ter escrito isto (que não tinha de o fazer é certo), mostra o que gosta-mos em si, não tem peneiras, nem segue regras de boas maneiras só para ficar bem, faz as coisas de coração.
    Tenho o seu livro e vai dar-me um jeito do caraças, não o tenho por ser famoso, gostava de o ter por falar abertamente simplesmente do amor mais bonito do mundo e por isso muito obrigada Rita.
    Quanto ao resto, obrigada por estas palavras é por isto que gosto de vir aqui, é por isto que me sinto bem aqui.
    Obrigada!
    Espero que seja feliz, mais ainda com este novo caminho, esta nova visão da vida.

    e até logo,
    beijinho grande no coração.
    Carolina Melo

  • Cá estou… confesso que sinto ainda a falta de alguns comentários e partilhas do facebook! Mas entendo!
    A nossa vida não é "isto"! É muito mais…
    Um beijinho enorme Rita*

  • Rita…. era só o que faltava ter de se justificar de ser uma querida mãe, descontraída…. e com ideias giras !
    Passo por cá todo o santo dia.
    Por si.
    Por ser uma boa inspiração.
    E assim continuará a ser.

    . margarida .

  • Rita … aproveite todos os minutos da sua/deles vida! ..vá criar memórias, fotos histórias, lembranças e quando lhe apetecer volte de vez em quando para nos contar!..a vida passa a correr…e leia mais, passeie mais, sinta mais e viva mais!!!

    beijinhos amigos

  • Olá Rita,

    Antes de mais, Parabéns pela coerência da sua decisão. De facto não tem nada que se justificar, ma isso só faz com que os seus leitores se identifiquem e admirem aquilo que faz ainda mais.
    Em segundo lugar cheguei aqui por acaso, sabia da existência do blog mas não era assídua.
    Não tenho facebook pessoal. Fiz um para divulgar o blog, mas ainda não percebi onde é que aquilo me pode levar. A lado nenhum é o mais certo.
    Aquilo que relatou é exactamente aquilo que eu sinto, só que eu não tenho 300 mil likes,tenho 12.
    A partir de agora serei sua leitora.

    um beijinho
    Lia
    http://opsidascoisas.blogspot.pt/

  • Ohh Rita, como compreendo o que sente e escreve. Muitas vezes somos absorvidos pelas vantagens/facilidades das novas tecnologias e redes sociais, que parece que nos esquecemos de viver a nossa realidade (ou então o tempo não estica e não temos tempo para tudo). É bom saber que quem escreve este blog é alguém que gosta de viver o presente, experimentar coisas novas e amar quem a rodeia. É por isso que gosto e vou continuar a passar aqui 🙂
    Beijinhos,
    Joana

  • Já me tinha questionado sobre a ausencia dos posts divertidos do socorro sou mãe, e senti falta.
    Vou continuar a seguir por aqui 😉
    Tina Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *