Mudar de escola custa mais a quem, afinal?

Tempo de leitura: 2 minutos
Eu acho que é a todos. No início.
As crianças se estiverem bem não são muito adeptas de mudar.
Mas depois deixam-nos de boca aberta com a rapidez de adaptação.
Mas nós, mães, podemos ficar mesmo ansiosas com esta questão das escolas.
É aquela decisão que pode mudar muito da nossa vida.
Perdemos imenso tempo e desgastamo-nos imenso para depois, na primeira semana, já terem melhores amigos e saberem o nome de muitas crianças.
O drama é maior se eles não querem mudar ou se adoramos onde estão.
[Ou se eles choram a dizer que não querem ir para a escola nova.] E aí começamos a vacilar e a sentirmo-nos culpadas.
Mudar de escola, para algo que não conhecemos é um bocado assustador.
Não conhecemos a dinâmica, os professores, os auxiliares, os alunos..
Acredito muito que se formos sempre positivos, e não fizermos grandes ondas em relação às mudança, tudo se transforma para melhor.
Falar com imensa antecedência não é uma boa ideia. Vai deixá-los ansiosos.
E, a falarmos, tem de ser sempre em versão positiva.
Antes de deixarmos a nossa antiga casa os dois choraram a dizer que foi onde tinham nascido e crescido. 15 dias depois voltámos lá e já não era a casa deles.
Aliás, o Duarte diz que já nem se lembrava muito bem. 😉
Para o ano vai tudo deixar a escola onde andam.
Com esta mudança de casa vem tudo para mais perto. 
Adoro as escolas onde estão mas anseio por qualidade de vida. 
Vão poder ir a pé ou de bicicleta. É literalmente a dois minutos. 
[Se tivermos sorte de conseguir vaga, claro.]
Acho que isto é a qualidade de vida que eu procuro. 
Ponderei muito porque custa largar um sítio onde somos (todos) felizes mas vamos simplificar e reduzir o stress ao máximo.
Vivemos numa aldeia maravilhosa ainda pouco estragada pela correria dos tempos. As pessoas falam-se na rua, toda a gente se conhece e ajuda. 
E vai ser uma vida do caraças.
Hoje em troca de emails com a professora da girl recebo isto (e claro, estou na fossa). 
Choradeira total!

Também tenho muita pena que a Maria saia da turma…já me habituei à infindável conversa dela e quando estamos só as duas até me divirto com as aventuras que conta…tem uma personalidade mágica, uma imaginação sem fim e um coração gigante…vai deixar muitas saudades…


2 thoughts on “Mudar de escola custa mais a quem, afinal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *