E se de repente encontrassem uma arca antiga?

Tempo de leitura: 4 minutos
Num dia de Verão em que fazia arrumações em casa da avó, que tem agora 93 anos, Susana encontrou uma arca. 
A avó nasceu na ilha do Faial, nos Açores, onde viveu até passar dos 30. A cidade da Horta, nos anos 30 e 40 do século passado, era incrivelmente cosmopolita.

“Aquela arca, em casa da minha avó, também estava recheada de tesouros: Vestidos de dia, acessórios lindos, vestidos de festa e até o seu vestido de noiva! “

Susana apaixonou-me por um vestido branco, comprido, cheio de roda e de rendas e com pormenores lindos, nos punhos e nas costas. 
Percebeu que aquele vestido, desenhado nos anos 40, continuava muito atual. Com o seu corte híper feminino, realçando a cintura e terminando numa saia cheia de volume e movimento, era todo beleza e delicadeza.

“Pensei que não podia deixar aquela história acabar ali.”

E assim nasceu Miss su, uma marca de vestidos inspirada nos Açores, na sua beleza e nas suas memórias.

“Cada vestido é feito à mão, usando os melhores tecidos portugueses e os ornamentos mais delicados, para um resultado perfeito, que evoca o passado com frescura e originalidade. Cada vestido Misssu é único. Um só modelo que se desdobra em mil cores e pormenores. “

Costurado por mãos sábias e cuidadosas, com materiais naturais e detalhes preciosos, como rendas, folhos e bordados. [A minha cara.]

A Susana Silveira, é mãe e autora desta ideia.
Este é um exemplo de uma das vertentes de A Caravana. Juntarmo-nos para levar mais longe esta marca. Seja nas revistas da especialidade, no boca a boca, um like.
Quis começar a vertente produto [porque A Caravana se Deus quiser terá muitas mais vertentes] com algo bonito. Fico à espera dos vossos projetos e de arranjar uma forma bonita de vos ajudar. Vamos pôr esta A Caravana a andar.
Esta túnica é da Vintage Bazaar

4 thoughts on “E se de repente encontrassem uma arca antiga?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *