fbpx

Como substitui alguns ingredientes (e fez toda a diferença na minha vida)

Tempo de leitura: 3 minutos
Apesar de ainda estar longe do que quero e ainda muito perto de uns cravings malucos em que ataco a cozinha, acho que estou uma pessoa nova em termos de alimentação.
Como já muitas sabem, o supermercado do meu dia a dia é o LIDL e  se antigamente tinha de andar de sitio em sítio, hoje em dia, cada vez mais encontro lá quase todas as minhas opções atuais.
Por isso quis fazer este post. Para mostrar que é possível hoje em todo o lado optarmos por mais saudável em qualquer espaço.
Eu não como carne, mas os meus filhos e marido sim. Então escolho carne de pasto sempre.
Assim como os ovos que são sempre biológicos de galinhas felizes. Custam um bocadinho mais mas acho que é o dinheiro melhor empregue da minha vida. Faço sempre as contas de outra forma que é uma boa alimentação pode equivaler uma poupança em médicos, medicamentos, etc… 
Muita gente diz que comer melhor é muito mais caro, mas não é. Para compensar os produtos mais dispendiosos, principalmente, a proteína, o truque é comer menos quantidade. Na verdade não precisamos tanto da quantidade que estamos habituados. Não só diminuo a quantidade, como a frequência. Substituo umas 3 vezes por semana a carne por leguminosas. Muito mais baratas, saudáveis e os miúdos gostam. 
Outro truque por exemplo, para substituirem ovos nos bolos são sementes de linhaça em água. Se deixarem assim demolhar durante 30 minutos a agua ganha a espessura dos ovos e é um ótimo e barato substituto.
Imaginem um prato. Dividam em dois. Uma metade é de legumes. A outra metade dividam noutras duas partes. Uma é para hidratos, outra para proteína. Esta medida é a que tento cá em casa. 
Depois, felizmente, o LIDL está também a fazer crescer o seu canto biológico que tento trazer muito dali. Depois do biológico sigo a lista: local e da época. E esta é a minha regra. 
As gorduras que uso agora são óleo de côco ou óleos vegetais de extração a frio. Também já fiz ghee em casa que aconselho. É fácil (tem receitas na internet) e muito saudável. 
Também já há leites vegetais e bio o que facilitou muito a minha vida, principalmente, pela Madalena  que é uma leiteira. Alterno entre os dois.
Pão o mais escuro possível. Adoro um embalado bio. Depois também já encontro quinoa bio, arroz integral (já só compro este), 
Outro truque bom é a farinha de aveia que faço com os flocos. E evito a farinha normal. Também dá de amêndoa ou de outros frutos secos, que também compro muito.
Vou tentar pôr mais receitas do que faço para verem como é fácil trocar ingredientes e tornar tudo mais saudável e à mesma saboroso. 
Para já deixo do bolo de três anos da Madalena e húmus, boa?
Naked Cake
 (tirei da revista da Bimby e modifiquei)
Cobertura
200gr açúcar côco
30gr morangos desidratados
100gr óleo de côco
250gr queijo mascarpone
Bolo
150gr leite vegetal
Sumo de 1 limão
450gr cenoura 
130 gr côco ralado
4 ovos bio 
300gr açúcar de côco
100gr açucar mascavado claro
330 gr farinha aveia/côco
1 colher chá fermento
1 colher e meia de chá canela em pó
Morangos para enfeitar
Flores comestíveis (comprei vasinhos no mercado)
Húmus 
Fiz o base de grão (1 frasco) com sementes de sésamo moídas
2 dentes de alho
2 c. de chá de sal
Cominhos (não pus por causa dos miúdos)
1/2 limão
6 c. sopa azeite
qb pimentão doce
Depois fiz três diferentes. Um assim com coentros. Outro com beterraba e manjericão e o outro de pimento com hortelã.
Delícia!!! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *