O sabor do Natal

Tempo de leitura: 2 minutos

Gosto muito da ideia de que os doces são para tempos de festas. Ando sempre em guerra com tudo e com todos porque tudo é motivo para comermos e premiarmos com açúcar.
No verão são gelados, na escola os anos, a viagem de finalistas, a angariação de não sei quê, é a loja de doces em frente à escola (devia ser proibido), é porque se portaram bem, porque tiveram boas notas, é por tudo e por nada… 
Talvez vocês não tenham uns filhos viciados, mas eu tenho e, por isso, ando aqui a mudar regras, mentalidades e a conta do dentista.
Mas há uma tradição que não falho: Os calendários de Natal. 
Adoro! A sorte de se comer um chocolatinho por dia, e pedir um desejo, do abrir da janela, o esperar.
Leva-me até à minha infância quando tinham um presentinho dentro, não era?
Não sou muito de doces, mas sou de chocolate. Quanto mais preto melhor. 😉
E por isso já tenho cá em casa, um calendário para cada um acompanhado do pedido de respeitarem o dia (uma coisa que tem sido difícil até agora). 
Se soubessem o que sinto quando os vejo a cari ha deles a abrirem as janelas, a terem de esperar mais um dia… nem sei, pareço criança outra vez. 
Porque é aquela sensação rara dos tempos de hoje. Esperar. É isso. Esperar é uma palavra rara hoje em dia e este calendário é a materialização disso.
Comprei no Lidl e lá há tudo e mais alguma coisa, para um Natal doce.
Vamos falando mais sobre Natal aqui, não é?
Um beijinho. Era só isto.
Afinal não era só. Só mais uma curiosidade. No LIDL também podem encontrar a gama Favorina que utiliza cacau de origem 100% sustentável, certificado pelo programa Cocoa Program. Este selo garante que o cacau foi adquirido respeitando a norma de preço mínimo, nunca abaixo dos custos de produção. Esta norma protege os produtores das oscilações de preço, promove melhores condições de trabalho e valoriza o respeito pelo meio ambiente. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *