Aventuras do livro

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na secção da Amamentação deparei-me com mega problema!!!
Ou mostrava as maminhas (o que estava completamente fora de questão); ou arranjava umas maminhas alheias (o que também me parecia estranho) ou desenhava umas.
Optei pela última solução, apesar de ser completamente amadora nesta arte.
Mostro-vos dois exemplos, que foram depois tratados e que ganharam um ar bastante profissional!
 
 
 

 No final, fiquei mesmo feliz com o resultado!
 

3 thoughts on “Aventuras do livro

  • Ora cá está um assunto que parece muito fácil para quem ainda não foi mãe, ou então para quem já foi, mas não sofreu com a subida do leite, nem teve mastites, nem gretas horríveis nos mamilos! Eu (in)felizmente passei por isso tudo, mas nunca desisti de amamentar. Perdi o número de vezes em que fiz mastites…. mas, a vontade e o acompanhamento das enfermeiras e médicos que me acompanharam ajudaram-me a obter sucesso! A todos agradeço!

    No entanto, já houve 3 recentes mamãs que me confessaram terem sido "obrigadas" a deixar de dar mama porque haviam tido uma mastite e tinham de tomar antibiótico. O mais ridículo de tudo é que tinham muito leite e os bebés aumentavam bem, mas por conselho médico desistiram! Fiquei incrédula!!!! ??????? Não as quis fazerem sentir-se mal, afinal de contas a culpa não foi delas, vamos aos médicos e, à partida, eles deverão saber mais do que nós! Mas isto revolta-me!

    Quando o pediatra deu alta ao meu filho no hospital, questionei-o acerca da data da próxima consulta, pois tinha muitas dúvidas e ele respondeu-me: "a melhor pediatra do seu filho será você! Acalme os seus nervos e deixe o seu instinto de mãe falar, ele estará certo! O que o seu filho precisa é de muito amor e muita maminha!" – Amei! E foi isso que fiz quando tive dores de chorar ao lado do meu filho, enquanto ele mamava! Mas superei e, para desagrado meu, ele desisitiu sozinho aos 13 meses!

    Amamentar é um acto natural, sempre amamentei em qualquer lugar… colocava uma fraldinha de pano para não estar tão descomposta e tudo se resolveu com a naturalidade que lhe estava inerente.

  • Estou a ler essa parte e como a Bruna já tem 3 meses vejo que fiz mto bem em insistir….. o meu problema foi a Bruna não saber mamar e não querer aprender lol pensava eu mas não foi mais teimosa do que eu….. sai do hospital sem subida do leite, entrei em pânico pois o dia todo pensei que ela não estava a mamar…e quando dei conta estava eu toda suja e o leite não parava de pingar!!! quase fui ao hospital ! pensava que ela tinha que mamar logo os 10 minutos, ela mamava 3, 5, e por isso achava eu que ela não mamava…respirei de alivio mas piorou tudo. ela não pegava o meu bico e já tinha o peito todo encaroçado…..resultado durante 3 semanas tirava com a bomba e dava no biberão já estava a dar em maluca a pensar que ia ficar sem leite……mas nunca desisti comecei a usar bicos de silicone ebaaaaa ela mamou divinamente aos poucos fui insistindo volta e meia tirava o bico até o dia que ela mamou sem o bico de silicone e já lá vão 3 meses e 2 dias que mama das 2 maneiras, quando o peito esta muito cheio uso o bico de silicone mas durante o dia mama normalmente e já pesa 6 quilos e mede 61 cm 😉 Parabéns pelo livro pena não o ter lido ainda quando estava gravida realmente não é nada como vemos nas novelas lol beijinhos

  • Olá querida mãe! Acho que podia escrever um livro só sobre amamentação, aventuras e desventuras. Cada Mãe e cada bebé têm a sua linguagem, o seu tempo, a sua vontade.
    Parabéns por insistir, às vezes e, principalmente no primeiro filho, é difícil. Mas ouviu o seu instinto e defendeu-se dos problemas muito bem! Um grande beijinho para a Bruna, que continue a crescer cheia de saúde! Venha cá contar as suas histórias do dia-a-dia que eu adoro! Mts beijinhos

Responder a Socorro! Sou mãe... Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *