O T2 da Tânia!

Tempo de leitura: 2 minutos

Nunca escondi que tenho uma paixão por ela. Já nos conhecemos há mil anos e, apesar de nos vermos pouco, quando acontece é como se tivéssemos estado ontem. Pomos a conversa em dia e saímos sempre com a sensação de que soube a pouco. 
Já quisemos ter um projecto juntas e até chegámos a começar, mas ficou pelo papel. 
A Tânia tem várias casas. A RTP, a Glam – que também  já foi minha -, a própria, mas agora adquiriu um T2, onde moram pequenos detalhes da sua vida e o seu grande amor (um dos dois). 
Sei que ali posso tocar várias vezes à porta. Serei bem recebida. Com mimos e boa escrita. E muito amor. Vocês também. Ponham uma roupa confortável, levem uma chávena para um chá quentinho, sentem-se no sofá (e deliciem-se com o fofo do Tomás)… A entrada é por aqui.

“Há mil e um blogues sobre as aventuras e desventuras da maternidade. Pode, por isso, estar neste momento a perguntar-se: “porquê mais um?”. Coloquei essa pergunta a mim mesma, ao final de alguns posts no Facebook em que partilhava as minhas alegrias e também as minhas dúvidas. Cheguei a uma conclusão: há mil e um blogs sobre a maternidade, tal como há mil e um livros sobre o amor, mil e uma musicas sobre momentos e mil e uma fotografias sobre tudo. Porque cada um de nós é um mundo e a nossa maneira de ver e sentir é sempre só nossa. Podemos identificar-nos mais com umas pessoas do que com outras, mas somos únicos e exclusivos na nossa absoluta singularidade. Assim sendo, decidi arriscar. Este blog vai passar a ser o meu diário. O nosso T2, vai passar a ser isto mesmo: nosso. Meu e do Tomás, seu e dos seus filhos. Conto consigo desse lado para que partilhemos juntas a mais maravilhosa das aventuras: a maternidade. Obrigada!”

por Tânia Ribas de Oliveira


14 thoughts on “O T2 da Tânia!

  • A Rita é maravilhosa, não me canso de dizer! Sempre a divulgar outros projectos como se fossem seus. Ou até melhor, com mais entusiasmo, sei que isto significa que sabe o que vale 😉
    Gosto tanto de a ler, não andava aí um livro no ar?? Bj

    Inês

    • P.S. Eu amo divulgar projectos. Não com intenção de receber de volta, mas porque adoro mesmo pessoas (e mães!!!) com iniciativa.
      Sinto (às vezes na pele) que há alguma relutância nacional em fazer o mesmo. às vezes por amizades, outras por medo, enfim…
      Sempre que tiver tempo e o projecto me encantar hei-de divulgá-lo! Sem medos! 😉

  • Por acaso é verdade!
    Rita, falas de toda a gente, mas pouca gente fala por exemplo do teu Crush.
    Estas pessoas todas que ajudaste a lançar parecem-me um bocado mal agradecidas, não?
    É o lindo país que temos. Eu estou farta de falar! 😉
    Beijos
    Mariana P (colega do liceu;))

  • Obrigada pela excelente partilha!! Mais um blog na minha lista dos "favoritos" 🙂
    Como sempre, dá ótimas sugestões!!!
    Muitos beijinhos e excelente semana
    Maria João

  • "Entrei no T2, sentei-me um bocadinho e tomei o tal chá que sugeriu"! Gostei, está giro. Partilhar os projectos dos outros faz parte da pessoa que a Rita é. Cheia de luz! Por isso é que gosto de vir aqui, por isso é que gosto do Crush. É a tal luz que vem mesmo da alma. Beijinhos
    Paula

  • Já fui ao T2, entrei e tomei um chá como a Rita sugeriu. Gostei, está giro! Partilhar os projectos dos outros faz parte da essência da Rita. Por isso é que gosto tanto de cá vir conversar e por isso é que gosto tanto do Crush. Há uma pessoa especial desse lado e a luz chega ao lado de cá. Chegam histórias e chegam fotos com alma.
    Beijinhos,
    Paula

  • Olá Rita!
    Um amor este projecto da Tânia. Adoro-a! E a si… E realmente é triste ver que a Rita se farta de divulgar os projectos dos outros mas depois com os seus está tudo caladinho… Será porque não lhes paga? Ou para não fazer chatear as comadres? Onde está o Crush nas Fês, nas princesas, no às 9, no Ties, na Sabido… É que foi a Rita quem me deu a conhecer todo este mundo e acho estranho que não haja nem uma menção… Já não se dão?
    Beijinhos
    desta fã incondicional e super curiosa!

    • Olá!
      Eu dou-me com toda a gente e quando escrevo não é mesmo para receber de volta.
      As pessoas só falam do meu trabalho se lhes apetecer. E às vezes o passa palavra é o melhor, nem é preciso a escrita.;) E o Crush vai muito bem!
      Obrigada pela preocupação;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *